Pular para o conteúdo principal

Monges budistas aceitam pessoas até que idade?!!!

-->


Pequeno diálogo :
Eu: a caçula anda tão chatinha.
Sandra: Vai ver é só uma fase.
Eu: minha mãe me disse que, a fase que diziam que eu só teria dos 6 aos 10 anos perdura até hoje .




Ontem não foi lá um dia daqueles, e hoje ainda machuquei o pé.


É incrível como eu curto inventar artes para eu mesmo me ferrar.


Ontem me juntei com uns alunos e pesquisadores para ir até um sitio próximo para falar com o dono da propriedade se permitiria que o grupo pudesse visitar.








Partimos da leiteria andando porque disseram que eram jovens e gostariam de ir apreciando o local. Eu já sabia que isso não daria certo. 
E me perguntam:


- É longe ou perto daqui?


Eu respondi:


- É logo ali.


Aprendam vocês que, “o logo ali” no interior quer dizer: 7 mil léguas terrestre. Vai andar pra burro. E coloca burro nisso.







Pois é, nem na metade do caminho chegamos, os jovens rapazes começaram a se queixar.


- Esse ali não chega nunca.


Eu falei:


- É logo perto daquela arvore enorme ali.


Eles:


- Que arvore enorme ali? Eu estou vendo muitas arvores.




Sei que, pelas caras nada sadias, eles estavam pedindo arrego.


Eu vi uma caminhonete se aproximando e pedi carona. O Motorista passou e não parou. Daí corri e e me aproximei da janela e falei:


- O senhor não esta me reconhecendo?


O motorista responde:


- Doutorzinho, o que faz aqui na beira da estrada? Aqueles homens te assaltaram ou queriam seqüestrar?


Só rindo né?






Daí fomos de carona. Sei que no inicio da noite, os rapazes estavam cansados e dormindo logo cedo.


Olha, idade não quer dizer nada.

Ahahahah


Sei que, com  a globalização creio que as pessoas tendem a perder certos valores, coisa que meus avós ainda falavam com orgulho.

E andei vendo que, internet hoje é muito mais importante que um chopp com meia dúzia de amigos, você pode fazer um teste. Convide uns amigos por telefone. Aposto que a maioria vai inventar desculpa que, vão ver filmes, vão ler...Mas na verdade, estão na internet.


Rapidinhas:


Tenho medo de filme de terror, de barata, de maionese vencida e das 7 mil léguas terrestre.

Saudades de assistir os smurfs
Sandra!! Quero um boneco igual a esse de presente aniversário, táaaaaa?!!!!!!!


No dia que meus textos e posts num fizerem mais SENTIDO, me internem ou preparem aquela roupa preta que só tiram do guarda-roupa nesses casos.




P.S: ontem eu fui dormir pedindo a Deus/anjo/forçasdobem/fantasmas/espíritos/alguém/coisasdotipo que me desse sossego na cachola e não inventasse mais nenhuma peraltice. Amém.



Comentários

  1. ahãm, e onde se machucou o pé?


    tem outra imagem dando virus, veja aí qual é

    http://www.humorbabaca.com/upload/cartoons/cartoons_142_Arqueiro%20desastrado.jpg

    ResponderExcluir
  2. Saudações!
    Amigo Diego,
    Excelente Post!

    É bem alí, depois da árvore???!!!
    Gosto muito dessas histórias retratando o interior!
    Mongens aceitam de todas as idades!
    Parabéns pelo Post!
    Abraços!
    LISON.

    ResponderExcluir
  3. Um dia eu tb quis ser freira..rsrs
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Kkkkk...
    Puxa, concordo, com a globalização, muitos valores são perdidos. Veja as brincadeiras de infância por exemplo, pega-pega, esconde-esconde, garrafão etc. Hoje em dia até as crianças estão na Internet.
    Ok, o bonequinho dos Smurfs rsrsrs...

    Bj

    ResponderExcluir
  5. Que a força esteja com você! hahahaha!


    Paz no coração e Luz na razão.

    ResponderExcluir
  6. Diego, a tua oração resultou? Se sim, avisa, para eu copiar para o meu caderninho!

    Abraços
    Luísa

    ResponderExcluir
  7. mazáááááá´garoto....então quer dizer que não troca teus 40 pelos 20 dos garotos???

    Mas e se for 2 "garotas" de 20????hehehehe

    bom inicio de semana

    bjos no ♥

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Pseudolalia - Doença da mentira

Pseudolalia - Doença da mentira A Pseudolalia é uma mentira compulsiva resultante dum longo vício de mentir. A pessoa mente por mentir, perde a noção do que é verdade ou não, convence-se das mentiras como puras verdades.

A pseudolalia pode conduzir a graves distúrbios de personalidade, podendo o pseudolálico acabar por perder a sua individuação e viver num real criado imaginariamente, comportando-se duma forma difícil de contacto humano e só com tratamentos profundos poderá melhorar.

As pessoas perdem lenta e gradualmente a consciência da gravidade da doença que vão adquirindo, porque a sua realidade vai perdendo cada vez mais sintonia com o verdadeiro real. Por fim o vício de mentir é um acto inconsciente e perante a mais simples situação a fuga à verdade brota espontânea e como uma repetição compulsiva e criação de verdades inexistentes.
Mentirosos compulsivos.

Há quem diga mentiras caridosas.
Há quem minta por vício.
Há quem diga meias verdades.
E também há quem diga sempre a verdad…

A Sexualidade Precoce

Continuando a coluna polêmica, hoje a minha convidada é a MARI COSTA do blog COMO SER UM PROFISSIONAL DE SUCESSO (Faça uma visita e confira).


No mundo contemporâneo, as crianças estão começando cada vez mais cedo a descobrir a sexualidade, não aquela sexualidade que Freud afirmava que a  função sexual existe desde o princípio de vida, logo após o nascimento e não só a partir da puberdade como afirmavam as idéias dominantes,escandalizando  a sociedade repressora daquela época ,Freud delineou uma teoria da desenvolvimento psicosexual com cinco fases distintas: o estágio oral (0 - 1,5 anos) onde sua principal região de prazer é a boca; o estágio anal (1,5 - 3,5 anos) quando região de prazer se desloca para o ânus; o estágio fálico(3,5 - 6 anos) quando dá-se então conta da diferença de sexos, tendendo a fixar a sua atenção libidinosa nas pessoas do sexo oposto e culminou com a resolução do Complexo de Édipo nos meninos, já as meninas o complexo de Édipo nunca se desfaz, seguida de um perío…

A fórmula da hipocrisia

A Fórmula E por aí vai esse processo de coar e engolir. Coar e engolir. Coar e engolir (…). As máscaras da hipocrisia tapam para que os outros não vejam os seus próprios erros. Cobram para não serem cobrados. Requerem para não serem requeridos. Acusam para não serem acusados. Essa é a fórmula da hipocrisia: coar mosquitos e engolir camelos. Nas mãos possuem um pequeno coador que investiga os erros dos outros. No estômago, milhares de camelos, frutos das suas faltas pessoais. O coador filtra os mínimos pecados alheios. A garganta, que é o coração, observa a passagem de uma manada dos seus pecados. Como atores profissionais têm a capacidade de interpretar, fingir, enganar e até chorar se necessário. As máscaras demonstram homens ideais e mulheres perfeitas. Cuja aparência é digna de prêmio de integridade. Porém, chega o momento em que o camelo “entala” nas gargantas. A máscara é removida, quando não estilhaçada. Vislumbra-se, então, o ser humano na sua essência: Arrogância, infidelidade, …