Pular para o conteúdo principal

Ela odeia cobra

Estava conversando com a Sandra ontem a noite. Daí, estávamos conversando sobre bobagens (isso depois da conversa X sobre um post lá do reino.)

Sandra: baby,dei o maior vexame na rua hoje sabia?Um velho fdp, ele vendia cobras de brinquedos dessas que se mexem. Eu estava distraída, ele foi oferecer e encostou aquilo em mim,eu gritei tanto, mas tanto, que todo mundo parou pra olha. Depois xinguei o homem. Odeio cobra.


Eu: Credu amor,da minha você gosta né? E a minha é anaconda ahahah.

Sandra: Bobo, eu não assisto a filmes que tem cobras, sabia? Tenho pesadelos, acordo gritando. Mas aquele homem fez de propósito. Todo mundo parou pra ver quem era a louca q tava gritando quando vi que era de pano comecei a me recompor, mas xinguei o homem. Ele veio perto de novo, mas não tanto, mesmo assim eu me afastei pq tenho horror á cobra. Não assisto filmes com elas, não vejo reportagens. Nossa, me dá uma sensação estranha, sei lá, aflição. E eu disse que se ele chegasse perto de mim ia apanhar. Ele deu risada, mas ficou na dele.


Eu: Obaaaaa!

Sandra: Porque essa euforia e alegria em saber desse meu pânico por cobras?


Eu: baby, veja só. Quem tem medo de baratas aqui?

Sandra: VOCÊ! ahahahah

Eu: E você tem medo de cobras. Então, eu te protejo das cobras, porque eu não tenho medo, e você me protege das baratas. Pronto! Resolvido.


Sandra: HOMENS!

Eu: agora você vê a grande vantagem que você leva né?

Sandra: Agora retornando aquele assunto do inicio sobre aquela sua postagem no reino. Eu não gostei porque acabou me expondo. E outra. Não faça mais isso.

Eu: Ta baby. Mas vai me desculpar né? E outra, vou poder dormir aqui?

Sandra: Vai sim Diego, só que no sofá, até passar a minha raiva. (Sou meio kigrandinho pro sofá que só cabe metade do meu corpo)


Eu: mas, e se aparecer uma barata, quem vai me salvar?

Sandra: Aqui não tem baratas.

Eu: Mas cobra tem né? Ahahahah (eita que mente poluída a minha)

Sandra: Seiiiiiii Diego. Se for a anaconda que eu estou pensando. Ela que nem ouse chegar perto de mim. O velho que me assustou com aquela, quase apanhou. E no seu caso, você vai apanhar mesmo.

Eu: Creduuuuuuu! Ta bom.

Sandra: Éder!! Fazer xixi pra dormir.(Éder é o pequeno tsunami “filho dela”)Dieeeeeeeego! Você também. Nada de fazer xixi no meu sofá viu?Se não eu te bato.

Eu: ta bom baby. Eu vou deitar, to com meu nariz aqui entupido, minha garganta arranhando.

Sandra: Bem feito! Quem mandou ficar saindo por aí de madrugada?

Eu: (fazendo cara de cachorro sem dono)

Sandra: E não adianta ficar me olhando assim. Você está de castigo. Greveeeee Sr.Diego.

Eu: Puxa! Vai fazer o que agora?

Sandra: Vou assar pão de queijo.



Eu: Ah, assim num vou dormir não. Eu quero.

Sandra: Ué, não estava aí reclamando de dor e bla bla.

Eu: Você pelo menos é normal, faz pão no horário decente. E eu? Que só faço pão de madrugada quando perco o sono.

Sandra: Você é incomum, diferente e doido.

Eu: Lembra desse vídeo? Foi onde tudo começou né baby?



Comentários

  1. E dizer que essa conversa de cobras e baratas (se fosse de cobras e aranhas, o Raul se torceria na tumba), sem querer já virou uma crônica...

    Tens talento, cara!!

    Abçs!!

    ResponderExcluir
  2. Não sei porquê... mas acho que vais ficar castigado mais uma vez... desta vez por causa da "conversa" do Nonsense.
    ahahahhahah

    Abraços
    Luísa

    ResponderExcluir
  3. A minha irmã disse que estava num onibus na Praia do Recreio quando o motorista precisou freiar. Era uma cobra ENORME saindo da areia da praia. Atravessou o asfalto.
    A minha irmã disse ao motorista:
    - Imagine, quantas vezes estive ali. Vamos imaginar que eu esteja deitada, lendo uma revista, olho para o lado e vejo o que olhando para mim?! kkkkkkkkkkkk

    Incrível, não? !?!?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Pseudolalia - Doença da mentira

Pseudolalia - Doença da mentira A Pseudolalia é uma mentira compulsiva resultante dum longo vício de mentir. A pessoa mente por mentir, perde a noção do que é verdade ou não, convence-se das mentiras como puras verdades.

A pseudolalia pode conduzir a graves distúrbios de personalidade, podendo o pseudolálico acabar por perder a sua individuação e viver num real criado imaginariamente, comportando-se duma forma difícil de contacto humano e só com tratamentos profundos poderá melhorar.

As pessoas perdem lenta e gradualmente a consciência da gravidade da doença que vão adquirindo, porque a sua realidade vai perdendo cada vez mais sintonia com o verdadeiro real. Por fim o vício de mentir é um acto inconsciente e perante a mais simples situação a fuga à verdade brota espontânea e como uma repetição compulsiva e criação de verdades inexistentes.
Mentirosos compulsivos.

Há quem diga mentiras caridosas.
Há quem minta por vício.
Há quem diga meias verdades.
E também há quem diga sempre a verdad…

A Sexualidade Precoce

Continuando a coluna polêmica, hoje a minha convidada é a MARI COSTA do blog COMO SER UM PROFISSIONAL DE SUCESSO (Faça uma visita e confira).


No mundo contemporâneo, as crianças estão começando cada vez mais cedo a descobrir a sexualidade, não aquela sexualidade que Freud afirmava que a  função sexual existe desde o princípio de vida, logo após o nascimento e não só a partir da puberdade como afirmavam as idéias dominantes,escandalizando  a sociedade repressora daquela época ,Freud delineou uma teoria da desenvolvimento psicosexual com cinco fases distintas: o estágio oral (0 - 1,5 anos) onde sua principal região de prazer é a boca; o estágio anal (1,5 - 3,5 anos) quando região de prazer se desloca para o ânus; o estágio fálico(3,5 - 6 anos) quando dá-se então conta da diferença de sexos, tendendo a fixar a sua atenção libidinosa nas pessoas do sexo oposto e culminou com a resolução do Complexo de Édipo nos meninos, já as meninas o complexo de Édipo nunca se desfaz, seguida de um perío…

Dia do inimigo

Muita gente critica a comemoração do Dia do Inimigo. Dizem que é mais uma jogada comercial, uma data inserida no calendário apenas para aumentar os lucros de pistoleiros e espancadores profissionais.Mas nós, que somos de raiz, sabemos apreciar o espírito da coisa. E damos o maior valor àquela tramóia simples, executada sem grandes orçamentos, mas planejada com muito ódio no coração, que é o que importa. Inimigo de verdade não se importa com inflação, crise de alimentos, essas bobagens. Isso só motiva mais.
E como a data se aproxima, hoje vamos fazer um teste para você ver se está pronto para comemorar: 1 – Quantos inimigos você tem?
a) 0
b) 1
c) De 2 a 10
d) Parei de contar2 – Você já se reconciliou com um inimigo?
a) Sim
b) Nunca
c) Algumas vezes, para esfaquear pelas costas em seguida
d) O que é “reconciliar”?3 – Qual o maior motivo para iniciar uma inimizade?
a) Dinheiro
b) Ciúme
c) Inveja
d) Não preciso de motivos4 – Seu(sua) inimigo(a), vamos reconhecer, dá o maior caldo. Você pegaria?
a) Nem …