Pular para o conteúdo principal

DiHITT, o que esperamos dele?


Por acaso, alguém vem reparando na quantidade de novos participantes (menores de 15) com aquele apelativo orkutiano (me add ae?), com aqueles Nicks (gostoso, apetitoso e saboroso? E as fotos? Sensuais, dedinho na boca, mostrando a calcinha e sei la mais o quê?

Eu e a minha namorada andamos recebendo convites assim quase todos os dias. Será que eles compreenderam que essa e uma rede social de notícia e não de relacionamento? Logicamente, há aqueles que entraram interessados em busca de interagir, trocar noticias, novidades e divulgar seus respectivos blogs, sites e produtos. Claro que não se pode generalizar. Porém, muitos desses, nem blogs tem, percebe-se pelo perfil que estão entrando na rede com intenção de paquerar e sabe-se lá mais o quê. Minha preocupação quanto a isso é se isso não pode sujar a boa imagem desse site que tanto adoramos

*A pergunta é...diHITT é uma rede social para quem é viciado em notícias ou relacionamentos? Não que não possa haver envolvimento, não é isso, mas apelação já é demais.

*Enviei uma mensagem para o dono e responsável do diHITT, pois temo que a imagem do site fique abalada. Amigos já me alertaram que eu esperasse a resposta dele por muito tempo, lá por volta do ano 2014. Deve ser um homem muito ocupado, vamos relevar né? Bem, eu relatei na mensagem sobre o enorme número de crianças ingressando, e também exposições de fotos nada comportadas das mesmas. E que a equipe dele poderia moderar, já que não se trata de uma potência como o Orkut. Mas como não obtive respostas, resolvi postar. Espero, sinceramente, não ser mal-interpretado com esse post. Eu gosto muito de participar do Dihitt. Prezo os amigos que aqui fiz. Sei que as opiniões se divergem, esse debate realmente é bom, considero saudável. Não quero com esse texto ofender a quem quer que seja. No entanto, se eu como participante desse site, não desse minha opinião, não ficaria tranquilo. E vocês, o que acham?

Leiam esse artigo que nos explica diretamente o que encontramos assim que ingressamos no diHITT, e o que pretendemos ver sempre por lá.

A influência do Dihitt na nossa cultura e o nosso dever com a rede!

Alguns que talvez venham a ler esse artigo não compreendam a profundidade de minhas palavras, por que elas talvez tenham um valor maior para aqueles que participam de forma mais ativa e efetiva dentro do Dihitt. Para alguns isso é religioso, para outros psicológico, e alguns outros acham apenas um motivo para realizar algum desejo material de uma maneira menos desprendida de apegos. Todas essas perspectivas da realidade se somam dentro desse ambiente que compartilhamos informação… Chamado Dihitt! Quando passamos adiante uma informação, um acontecimento ocorrido e temos isso como habito ou regra, estamos vivenciando uma cultura e quando comentamos acabamos transformando esse acontecimento ou informação, e quando essa nova visão é passada adiante dentro desse sistema estamos criando cultura, e, por conseguinte essa visão influência o ambiente e seus usuários e a sim retorna a nós num processo continuo de transformação… De evolução. O Dihitt é um enorme divã onde o inconsciente esta o tempo todo aberto e compartilhado, e o mais interessante, nosso pensamento exercendo influência constante sobre o mundo. Eu cito o Dihitt como referencia por que é o local que escolhi como perpetuação dos meus pensamentos e como local de evolução dos mesmos, não posso confirmar a mesma visão de outras redes, apesar de sabermos que mesmo assim suas influências chegam ate nós. No Dihitt o relacionamento é baseado no pensamento critico. o Pablo esta ligado na rede e isso pra mim é enorme diferencial na minha aceitação pelo Dihitt, mas também acho que não devemos depender somente do Pablo pelo zelo da rede, temos que ter consciência e coragem para percebermos qualquer intenção que possa ser negativa pela saúde da rede e discutirmos isso com todos os usuários, nem que tenhamos que convocar os usuários para um post central e comentarmos determinado assunto até tomarmos um rumo dentro da rede, à rede é de todos então todos temos o dever de zelarmos pela manutenção dela!

Acho que me extendi nessa questão social e filosófica do Dihitt, deixo a todos a pergunta… Até onde somos responsáveis pelo zelo do Dihitt?!" fonte: antisocialmubolins

Entendeu agora o Recado Pablo? Não queremos que o diHITT na decadência ou nostálgico com saudades do que era antes. Vamos zelar pela imagem que o diHITT tem.



Comentários

  1. Entrar para uma rede que me ajudasse a divulgar meu trabalho e blog, mais tem outras coisas que encontri que achei interassante.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  2. Quando entrei no dihitt estava a procura de novos amigos e troca de conhecimento pois o Orkut não estava superando as minhas expectativas foi mais fácil trocar informação com estranho que hoje se tornaram meus amigos, do que com os conhecidos e mais íntimos como acontece no orkut nada de util era aproveitado somente as mensagens carinhosa de alguns participantes, sabe realmente temos que zelar tudo que usamos pois quem usa cuida, não desrespeitando e nem ofendendo. Gostei muito de seu post meus parabéns abraço e namastê

    ResponderExcluir
  3. Você está certo, mas não podemos fazer disso um tipo de lei. A rede social do dihitté gratuita e, como tal, não pode filtrar de entrar nela quem quiser, sejam essas pessoas bem intencionadas ou não. Mas a moderação, tanto pelos mentedores da rede quanto pelos próprios usuários (não aceitando qualquer um, etc...), é e sempre será um forma válida de se manter isso sob controle.

    ResponderExcluir
  4. Você tem razão deixar uma rede social de notícias, se tornar um site de relacionamento com interesse diverso, é realmente um assunto para se preocupar.

    ResponderExcluir
  5. Diego,
    Também já reparei nessas pessoas a que te referes, mas também penso que uma foto mais ou menos sensual, não é condição para tecer juízos àcerca do que essas pessoas pretendem ou não. Eu penso que o objectivo do diHITT não é o de rede de relacionamentos, por isso, acredito, até prova em contrário, que essas pessoas estão aqui para ler notícias e trocar notícias, mesmo que não tenham site, visto essa não ser condição para integrar a rede.
    Se essas pessoas estão aqui com outro intuito que não seja o de trocar noticias e relacionar-se com outros membros, dentro dos parâmetros imaginados pelo Pablo, então aí sim, o dono do site deverá tomar uma posição se entender pertinente.

    Grande polémica! :)
    Abraços
    Luísa

    ResponderExcluir
  6. Olá Diego,

    Não recebi nenhuma mensagem dessa. Eu peço sempre que me enviem no e-mail "contato [--- arroba ---] dihitt ponto com ponto br" essas denúncias.

    Uma idéia que já veio, foi de deixar o cadastro apenas por indicação. Ação que ainda não foi decidida, mas está sendo pensada.

    Precisamos da sua ajuda e também dos outros usuários para combater conteúdo sem qualidade. Só depender de nós filtramos não é prático, porque são cadastrados milhares de links por dia.

    To aberto a idéias, fique a vontade para enviar quando tiver uma.

    Grande abraço,


    Pablo

    ResponderExcluir
  7. O diHITT tem um diferencial de outras redes sociais. O Pablo achou a fórmula e sabe até que ponto pode inovar sem perder as características que fizeram o site traçar uma curva sempre ascendente desde a origem. Eu não vejo problema com respeito a menores de anos acessarem o diHITT, mas é bem provável que nenhum pré-adolescente se interesse tanto assim pela rede (exceto que por excessão). Ela é voltado para um público mais maduro, principalmente, aqueles que escrevem. É um dos melhores points on-line. Reunião alguns elementos de orkut com salas da UOL e resultou nessa confraria. Gostei das discussões no site, considero-o uma Acrópole moderna.

    Parabéns pelo post! Faça outros assim.

    ResponderExcluir
  8. Gosto muito do dihitt, tenho divulgado meu blog e além disso conheci pessoas incríveis aqui, portanto o dihitt além de ser um site de notícias não deixa de ser um de relacionamentos, ja que trocamos idéias e conhecemos pessoas novas a todo momento.
    Agora se esse grupo tem entrado, expondo fotos muito ousadas ou descumprindo alguma norma no dihitt, é necessário uma maior participação das pessoas que trabalham como moderadoras do site!

    Bjokas no coração,

    Bia

    ResponderExcluir
  9. Gostei do espaço e estou acompanhando.

    Um abraço,

    Taninha

    ResponderExcluir
  10. Faz poucos dia que estou no dIHITT, mas encontrei varios amigos, principalmente você, entrei para encontrar pessoas como você, que se preocupa com pessoas, no inicio foi só para divulgar, apesar de ser pessimo o meu blog antigo, mas queria conhecer e aprender, agora estou aprendendo quais são os verdadeiros amigos por lá, e quem se interessa por coisa seria, postei o caso da gripe suína coisa muito seria, mas acho que não estão preocupados com isso, na verdade alguns votam por votar, parece que nem lê o titulo, mas valeu, pois conheci alguns que valeu a pena.
    abraço

    ResponderExcluir
  11. Concordo plenamente com c...
    E qto ao fato de o "dono" do Dihitt ser um cara ocupado, aí mesmo q ele teria de responder Às suas indagações, já q essa qstão levantada por vc é algo de importância social muito grande. Mas acho que, como proprietário de uma grande rede, ele deve estar mais preocupado em atrair muito mais membros. Será q ele(s) secretamente não estariam (cala-te boca!!) estimulando, ou pelo menos, dando sua anuência à entrada maciça de menores??

    Logo teremos a resposta!

    Abçs!!

    ResponderExcluir
  12. Bom eu entrei aqui exclusivamente para trocar notícias e lê-las.Accreditei que a intensão deste site fosse essa.Ainda não contatei nada que não me agradasse,mas não gostaria que se transformasse numa rede de relacionamento.
    Esta troca carinhoso com os comentaristas acho agradável ,mas não passa disso.

    ResponderExcluir
  13. "DiHITT, o que esperamos dele?"

    Do diHITT eu espero informação relevante.
    Minha preocupação não é nem tanto a participação de menores de idade na rede (o que não deixa de ser um tema importante), mas, sim, a quantidade de links irrelevantes que vão para a primeira página. Isso pode, com certeza, diminuir bastante a credibilidade do DiHITT.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A Sexualidade Precoce

Continuando a coluna polêmica, hoje a minha convidada é a MARI COSTA do blog COMO SER UM PROFISSIONAL DE SUCESSO (Faça uma visita e confira).


No mundo contemporâneo, as crianças estão começando cada vez mais cedo a descobrir a sexualidade, não aquela sexualidade que Freud afirmava que a  função sexual existe desde o princípio de vida, logo após o nascimento e não só a partir da puberdade como afirmavam as idéias dominantes,escandalizando  a sociedade repressora daquela época ,Freud delineou uma teoria da desenvolvimento psicosexual com cinco fases distintas: o estágio oral (0 - 1,5 anos) onde sua principal região de prazer é a boca; o estágio anal (1,5 - 3,5 anos) quando região de prazer se desloca para o ânus; o estágio fálico(3,5 - 6 anos) quando dá-se então conta da diferença de sexos, tendendo a fixar a sua atenção libidinosa nas pessoas do sexo oposto e culminou com a resolução do Complexo de Édipo nos meninos, já as meninas o complexo de Édipo nunca se desfaz, seguida de um perío…

Dia do inimigo

Muita gente critica a comemoração do Dia do Inimigo. Dizem que é mais uma jogada comercial, uma data inserida no calendário apenas para aumentar os lucros de pistoleiros e espancadores profissionais.Mas nós, que somos de raiz, sabemos apreciar o espírito da coisa. E damos o maior valor àquela tramóia simples, executada sem grandes orçamentos, mas planejada com muito ódio no coração, que é o que importa. Inimigo de verdade não se importa com inflação, crise de alimentos, essas bobagens. Isso só motiva mais.
E como a data se aproxima, hoje vamos fazer um teste para você ver se está pronto para comemorar: 1 – Quantos inimigos você tem?
a) 0
b) 1
c) De 2 a 10
d) Parei de contar2 – Você já se reconciliou com um inimigo?
a) Sim
b) Nunca
c) Algumas vezes, para esfaquear pelas costas em seguida
d) O que é “reconciliar”?3 – Qual o maior motivo para iniciar uma inimizade?
a) Dinheiro
b) Ciúme
c) Inveja
d) Não preciso de motivos4 – Seu(sua) inimigo(a), vamos reconhecer, dá o maior caldo. Você pegaria?
a) Nem …

Alerta as mulheres - Cuidado com as hemorragias na menstruação.

A minha amada por um bom tempo sofreu de hemorragia na menstruação. Ela achava que seria normal, ou algo do tipo que médicos dizem ser disfunção hormonal, ou outra coisa boba. Mas não é! Até o momento que essa hemorragia acaba por interferir na sua vida sexual e principalmente afetando sua saúde. O problema do ser humano, é só procurar ajuda médica quando o problema já está avançado. Então mulheres! Vocês têm que dá um stop aí na sua rotina e tirar um tempo para fazer um check-up e ter a consciência tranquila que fez a sua parte. Não faça isso pensando apenas em você. Pense também, nas pessoas ao seu redor que não se vê nessa vida sem a sua presença. Alguém que te ama, quer você bem porque precisa do seu amor e sua atenção.
"Você já se imaginou ficando menstruada por 3 meses ou mais ininterruptamente? Pois é, não é normal, mas acontece com mais freqüência do que se imagina. No Brasil, essa é uma queixa constante e crescente, em média 30% das mulheres em período reprodutivo se que…