Pular para o conteúdo principal

Todos gostariam de renegá-los, mas não conseguimos.


“Num sentido popular, a palavra "egoísmo" é sinónimo de maldade: representa a imagem de um insensível e cruel assassino que passa por cima de pilhas de cadáveres para atingir os seus próprios fins, alguém que não se importa com qualquer ser humano e que tem como objectivo último a obtenção de gratificação pessoal com caprichos vãos num qualquer momento imediato.
Todavia, a definição mais exacta da palavra "egoísmo" dada pelo o dicionário é: preocupação com os nossos próprios interesses.
Ayn Rand
Tradução e adaptação de Vítor João Oliveira
Retirado de "The Virtue of Selfishness", in Lee G. Bowie et. al (2006) Twenty Questions: An Introduction to Philosophy. 6.a ed. Belmont: Wadsworth, pp. 472-474.”

Definição de EGOCENTRISMO
s.m. Estado de espírito do egocêntrico

Definição de EGOCÊNTRICO
adj. Que se refere ao ego, ao eu, considerado como o centro do universo

Definição de EGOÍSMO
s.m. Sentimento ou maneira de ser dos indivíduos que só se preocupam com o interesse próprio, com o que lhes diz respeito.



Egocêntricos 
Todos gostariam de renegá-los, eles são bem fortes, e de ainda acreditar que exista da busca de sua regeneração psicológica ou alternativa.
Não estou apontando uma única pessoa. Tratamos aqui de amigos, amores, familiares, vestígios de vingançinhas mesquinhas e desejadas. E não pense você, assíduo leitor dos absurdos e polêmicos, que você está fora desse meu pós-julgamento. Ou vai me dizer que nunca teve surpresa com seu superego, com a aquela super-hiper-ultra vontade de ostentação? Seja com o seu blog, sua família, ou até na rodinha de camaradagem num boteco?
Pois bem, ostentamos tantas coisas, como por exemplo: virilidade, dinheiro, prestígio profissional, conquistas, capacidades. E tudo isso serve para quê mesmo? Tenho certeza absoluta que não caberá no seu caixão. Não terá lugar para onde você for quando morrer. E no final quando você fechar seus olhos, para onde achar que sua ostentação vai levá-lo? Daí seria tarde demais para você entender que, deixou filhos esperando por um simples abraço seu. Ou da sua esposa (a) que esperava por um doce e suave “eu te amo” e você nem se quer tinha tempo para isso. Pois queria ser o mais inteligente da turma, o mais sábio de qualquer rede social. Procurava falar e escrever difícil para chamar atenção. E no trabalho? Puts! Coitados dos empregados (e como penava os subalternos).
Creio que não sabemos apontar com certeza quem é egoísta ou egocêntrico no nosso circulo de convivência familiar também. Hoje em dia as pessoas andam tão cegas, que quando se sentem de lado por alguém que ama ou gosta e não tem a atenção dessa pessoa, de imediato passa a chamá-la de EGOISTA. Uma pessoa que faz de tudo para se dividir em mil, para dar atenção a todos que o rodeia. Quem seria realmente o egoísta nesse exemplo?
Eu tirei lição disso conversando com uma amiga. Ela faz terapias mil há dez anos.(to zuando ahahah).
Tenho um amigo de faculdade que precisava de um ombro amigo num momento difícil, em pleno feriado ensolarado, e meu outro amigo que mora vizinho a ele não pensou duas vezes antes de dizer a ele na minha frente pelo telefone: "Cara, sinto muito, hoje vou ao motel com a fulana de tal (aquela que foi você quem me apresentou e deu-me aquela força para que desse certo)".
Vocês acham que o que presenciei foi apenas um papo besta? Diante do egoísmo de uma pessoa a qual pensei que conhecesse tanto, tive um insight. Negar que senti raiva? Nego não. Quis bater, isso sim. Depois do ocorrido fiquei refletindo o assunto. Percebi que ele poderia estar certo. E era disso que mais me fazia sentia raiva. Não sabia o que fazer diante da possibilidade dele pensar apenas no próprio bem-estar, de não se importar com o que o outro pensa, sente, faz.
Reparou? Todos são assim, egocêntricos. E não é culpa sua, nem minha e de ninguém...É  a fria natureza humana. É algo que não podemos evitar. Muitos sofrem por não perceber que isso é natural. Se meu amigo tivesse deixado seu programa sexual de lado para oferecer seu ombro a um colega, o que poderia acontecer seria ela se arrepender, porque na verdade não era aquilo que ela gostaria de fazer.
Sou rodeado por pessoas egocêntricas. Egocêntricos ao extremo. Porque será que sou o único que os suporta, depois de todos os outros já terem se cansado de ouvir as mesmas histórias fúteis sobre as suas vidas, seus relacionamentos, seus trabalhos. Será que por isso eu seja mais egocêntrico do que eles, e aceitei não renegá-los para não me sentir uma pessoa egoísta?
E se você realmente conseguiu ler este texto até essa linha aqui, significa que não foi egoísta e não poupou tempo. Buscou respostas para o próprio egocentrismo? Quanto a isso, peço desculpas. As respostas para questões existencialistas, não sou eu quem vai te dar. Na verdade, não ligo a mínima para isso. Na verdade, ninguém liga.

PENSEM! REFLITAM!
Você está apontando a pessoa certa em dizer que ela egoísta? Será que essa pessoa não é a única que na verdade te deu ouvidos?


OLHE PARA O SEU UMBIGO E VEJA O QUE VOCÊ ANDA FAZENDO NA SUA VIDA. OLHE PARA DENTRO DE SI E VEJA QUAIS ATITUDES VOCÊ TOMA.
E LEMBRE-SE: O MUNDO NÃO GIRA EM TORNO DE VOCÊ!

Postagens mais visitadas deste blog

Pseudolalia - Doença da mentira

Pseudolalia - Doença da mentira A Pseudolalia é uma mentira compulsiva resultante dum longo vício de mentir. A pessoa mente por mentir, perde a noção do que é verdade ou não, convence-se das mentiras como puras verdades.

A pseudolalia pode conduzir a graves distúrbios de personalidade, podendo o pseudolálico acabar por perder a sua individuação e viver num real criado imaginariamente, comportando-se duma forma difícil de contacto humano e só com tratamentos profundos poderá melhorar.

As pessoas perdem lenta e gradualmente a consciência da gravidade da doença que vão adquirindo, porque a sua realidade vai perdendo cada vez mais sintonia com o verdadeiro real. Por fim o vício de mentir é um acto inconsciente e perante a mais simples situação a fuga à verdade brota espontânea e como uma repetição compulsiva e criação de verdades inexistentes.
Mentirosos compulsivos.

Há quem diga mentiras caridosas.
Há quem minta por vício.
Há quem diga meias verdades.
E também há quem diga sempre a verdad…

A Sexualidade Precoce

Continuando a coluna polêmica, hoje a minha convidada é a MARI COSTA do blog COMO SER UM PROFISSIONAL DE SUCESSO (Faça uma visita e confira).


No mundo contemporâneo, as crianças estão começando cada vez mais cedo a descobrir a sexualidade, não aquela sexualidade que Freud afirmava que a  função sexual existe desde o princípio de vida, logo após o nascimento e não só a partir da puberdade como afirmavam as idéias dominantes,escandalizando  a sociedade repressora daquela época ,Freud delineou uma teoria da desenvolvimento psicosexual com cinco fases distintas: o estágio oral (0 - 1,5 anos) onde sua principal região de prazer é a boca; o estágio anal (1,5 - 3,5 anos) quando região de prazer se desloca para o ânus; o estágio fálico(3,5 - 6 anos) quando dá-se então conta da diferença de sexos, tendendo a fixar a sua atenção libidinosa nas pessoas do sexo oposto e culminou com a resolução do Complexo de Édipo nos meninos, já as meninas o complexo de Édipo nunca se desfaz, seguida de um perío…

A fórmula da hipocrisia

A Fórmula E por aí vai esse processo de coar e engolir. Coar e engolir. Coar e engolir (…). As máscaras da hipocrisia tapam para que os outros não vejam os seus próprios erros. Cobram para não serem cobrados. Requerem para não serem requeridos. Acusam para não serem acusados. Essa é a fórmula da hipocrisia: coar mosquitos e engolir camelos. Nas mãos possuem um pequeno coador que investiga os erros dos outros. No estômago, milhares de camelos, frutos das suas faltas pessoais. O coador filtra os mínimos pecados alheios. A garganta, que é o coração, observa a passagem de uma manada dos seus pecados. Como atores profissionais têm a capacidade de interpretar, fingir, enganar e até chorar se necessário. As máscaras demonstram homens ideais e mulheres perfeitas. Cuja aparência é digna de prêmio de integridade. Porém, chega o momento em que o camelo “entala” nas gargantas. A máscara é removida, quando não estilhaçada. Vislumbra-se, então, o ser humano na sua essência: Arrogância, infidelidade, …