Pular para o conteúdo principal

Percebo que as pessoas Anormais são as mais verdadeiras e autênticas.

Sempre fui considerado um cara “diferente”. Ss coisas menos populares me agradam mais do que as coisas populares. 
Aliás, acho que sempre fui eu mesmo, por isso sempre fui diferente.

Percebi que tenho uma certa semelhança com o Salomão. Salomão estava entedeado. Após observar a forma como as coisas ocorriam no mundo, ele percebeu que o mundo não tem sentido, que nada é novo. Tudo é apenas uma grande repetição de fatos, fotos, moda etc.
Vocês já repararam que as palavras “sempre” e “nunca” são muito utilizadas para demonstrar que o que aconteceu nesta geração sempre aconteceu e sempre acontecerá.

E o que mais atormentava Salomão, era observar que ao morrer as pessoas não levarão nada do que elas conseguiram aqui. As pessoas trabalham tanto, se sacrificam muito de sol a sol, e a parte nada compensadora é que as suas riquezas vão ficar aqui para alguém que não fez nada para merecê-las. Tanto o trabalhador quanto o preguiçoso morrerão pelados, sem levar nada daqui. Tem uma referência de Salomão no livro de Eclesiástes como “mal terrível”.

O pânico de Salomão  seria o seguinte: que tudo era sempre igual. 
Agora sim caiu a minha ficha. Sempre vou me orgulhar do fato de ser diferente, de não compactuar com o que eu consideo “porcaria” no mundo que vivo. Ouvir uma pessoa dizer “Nossa! Você é  diferente!” está sendo mais prazeroso quanto ouvir a Orquestra Filarmônica de Viena

Se eu criticar a vaidade do mundo, eu seria um vaidoso também.o que adianta criticar a Globo, criticar a Dilma, criticar o Capitalismo, criticar os invejosos de plantão, criticar o BBB. 

Salomão diz que: “Pois quanto maior a sabedoria, maior é sofrimento; e quanto maior o conhecimento, maior o desgosto”. (Ec 1:18).

O maior conhecimento que podemos atingir é que não sabemos nada, dizia Sócrates. Somente quem não sabe nada afirma saber alguma coisa.
Eu vejo um mundo saturado, poluído, diluído, sem emoção porque tudo virou banal nessa era digital, que as pessoas casam até em um site.
Mas eu faria tudo de novo, tudo diferente, apenas carnal, espiritual e emocional. Qual a graça nisso? Eu sou diferente, não quero rotina, quero sair de um jeito a cada dia. Posso ser louco, sexy, as vezes quando é preciso arrogante, mas também sou bom menino, obediente, sorridente, travesso, assanhado.
Parafraseando Bob Marley...Faço das minhas as palavras dele.

“Vocês riem de mim por eu ser diferente, e eu rio de vocês por serem todos iguais”

Comentários

  1. e eu posso comprovar issos e preciso for...
    hehe
    estamos aew...

    ResponderExcluir
  2. Muito bom texto amigo Dieguito!

    Tem uma passagem na bíblia(que não lembro aonde está,pois sou péssima para decorar certas coisas)que diz:
    "Deus fez as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias"...
    Por isso é muito bom ser Anormal ou Diferente !
    Ou "louquinho".Rsrsrsrs....

    Beijossssssss..............

    ResponderExcluir
  3. Oi Diego,

    Eu entendo o que diz porque também sempre fui diferente. Acho que o problema de ser diferente está nas críticas dos outros, que não se conformam por vc não ser igual a elas. Outro problema é a solidão, pois quem é diferente não anda em rebanhos.

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Que Post Fantástico!
    AMIGO DIEGO, com sinceridade, o seu texto é repleto de sabedoria... Vou acompanhar os seus pensamentos e da minha amiga Leila, porque comungo e me solidarizo aos elevados conceitos!
    Parabéns por mais um excelente post!
    Abraços,
    LISON.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns Diego!
    Ótima indicação... excelente reflexão!
    A última frase conclui de uma forma espetacular, pois eu também sou adepta a esse mesmo pensamento!
    Abraços.
    Sonia Costa.

    ResponderExcluir
  6. É com as diferenças que melhor aprendemos... Todos diferentes todos iguais

    ResponderExcluir
  7. Pensa bem, ser diferente que é bom! Se vc não fosse como é não teríamos bons textos cheios de sensibilidade feitos por um homem! Além de que vc fala o que está na alma, que a muitos incomodam e não tem coragem de admitir.

    ResponderExcluir
  8. oi gostaria que conhecessem o meu blog sobre a minha experiência pessoal com a síndrome do pânico, agradeço desde já a visita, obrigado.

    ResponderExcluir
  9. Maravilhoso e perfeito...........

    pq me sinto maravilhosamente bem em ser chamada de diferente, louca e afins.....

    igual todo mundo não quero, quero a diferença..... quero o outro lado, quero o que os outros não enxergam, pq o que todo mundo quer não tem graça.....

    não me importa o que os outros pensam nem de mim nem de ninguem, importa o que eu sou e o que os outros são.......

    pensar o que alguem é, é julgar sem primeiro tirar a prova dos nove.....

    aprender a entender, a ficar do lado, mesmo que sejamos diferentes isso sim é o interessante de tudo.....

    viva as diferenças......

    bjs Xu

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Pseudolalia - Doença da mentira

Pseudolalia - Doença da mentira A Pseudolalia é uma mentira compulsiva resultante dum longo vício de mentir. A pessoa mente por mentir, perde a noção do que é verdade ou não, convence-se das mentiras como puras verdades.

A pseudolalia pode conduzir a graves distúrbios de personalidade, podendo o pseudolálico acabar por perder a sua individuação e viver num real criado imaginariamente, comportando-se duma forma difícil de contacto humano e só com tratamentos profundos poderá melhorar.

As pessoas perdem lenta e gradualmente a consciência da gravidade da doença que vão adquirindo, porque a sua realidade vai perdendo cada vez mais sintonia com o verdadeiro real. Por fim o vício de mentir é um acto inconsciente e perante a mais simples situação a fuga à verdade brota espontânea e como uma repetição compulsiva e criação de verdades inexistentes.
Mentirosos compulsivos.

Há quem diga mentiras caridosas.
Há quem minta por vício.
Há quem diga meias verdades.
E também há quem diga sempre a verdad…

A Sexualidade Precoce

Continuando a coluna polêmica, hoje a minha convidada é a MARI COSTA do blog COMO SER UM PROFISSIONAL DE SUCESSO (Faça uma visita e confira).


No mundo contemporâneo, as crianças estão começando cada vez mais cedo a descobrir a sexualidade, não aquela sexualidade que Freud afirmava que a  função sexual existe desde o princípio de vida, logo após o nascimento e não só a partir da puberdade como afirmavam as idéias dominantes,escandalizando  a sociedade repressora daquela época ,Freud delineou uma teoria da desenvolvimento psicosexual com cinco fases distintas: o estágio oral (0 - 1,5 anos) onde sua principal região de prazer é a boca; o estágio anal (1,5 - 3,5 anos) quando região de prazer se desloca para o ânus; o estágio fálico(3,5 - 6 anos) quando dá-se então conta da diferença de sexos, tendendo a fixar a sua atenção libidinosa nas pessoas do sexo oposto e culminou com a resolução do Complexo de Édipo nos meninos, já as meninas o complexo de Édipo nunca se desfaz, seguida de um perío…

Dia do inimigo

Muita gente critica a comemoração do Dia do Inimigo. Dizem que é mais uma jogada comercial, uma data inserida no calendário apenas para aumentar os lucros de pistoleiros e espancadores profissionais.Mas nós, que somos de raiz, sabemos apreciar o espírito da coisa. E damos o maior valor àquela tramóia simples, executada sem grandes orçamentos, mas planejada com muito ódio no coração, que é o que importa. Inimigo de verdade não se importa com inflação, crise de alimentos, essas bobagens. Isso só motiva mais.
E como a data se aproxima, hoje vamos fazer um teste para você ver se está pronto para comemorar: 1 – Quantos inimigos você tem?
a) 0
b) 1
c) De 2 a 10
d) Parei de contar2 – Você já se reconciliou com um inimigo?
a) Sim
b) Nunca
c) Algumas vezes, para esfaquear pelas costas em seguida
d) O que é “reconciliar”?3 – Qual o maior motivo para iniciar uma inimizade?
a) Dinheiro
b) Ciúme
c) Inveja
d) Não preciso de motivos4 – Seu(sua) inimigo(a), vamos reconhecer, dá o maior caldo. Você pegaria?
a) Nem …