Pular para o conteúdo principal

Você Pensa Diferente ou ouve diferente? Quero ver

Relate em poucas linhas o que você ouve nesse vídeo.
Coloque sua imaginação, sensatez e perspicácia.
Vamos ver até onde sua intuição e inteligência faz a diferença em você ver ou ouvir.



"O medo é um sentimento que proporciona um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por se sentir ameaçado, tanto fisicamente como psicologicamentePavor é a ênfase do medo.
O medo pode provocar reações físicas como descarga de adrenalina, aceleração cardíaca e tremor. Pode provocar atenção exagerada a tudo que ocorre ao redor, depressãopânico etc.
Medo é uma reação obtida a partir do contato com algum estímulo físico ou mental (interpretação, imaginação, crença) que gera uma resposta de alerta no organismo. Esta reação inicial dispara uma resposta fisiológica no organismo que libera hormônios do estresse (adrenalina, cortisol) preparando o indivíduo para lutar ou fugir.
A resposta anterior ao medo é conhecida por ansiedade. Na ansiedade o indivíduo teme antecipadamente o encontro com a situação ou objeto que lhe causa medo. Sendo assim, é possível se traçar uma escala de graus de medo, no qual, o máximo seria o pavor e, o mínimo, uma leve ansiedade.

O medo pode se transformar em uma doença (a Fobia) quando passa a comprometer as relações sociais e a causar sofrimento psíquico. A técnica mais utilizada pelos psicólogos para tratar o medo se chama Dessensibilização Sistemática. Com ela se constrói uma escala de medo, da leve ansiedade até o pavor, e, progressivamente, o paciente vai sendo encorajado a enfrentar o medo. Ao fazer isso o paciente passa, gradativamente, por um processo de restruturação cognitiva em que ocorre uma re-aprendizagem, ou ressignificação, da reação que anteriormente gerava a resposta de alerta no organismo para uma reação mais equilibrada."
Fonte: Wikipédia

Comentários

  1. Saudações!
    Excelente Post!
    Amigo Diego, vou ficar lhe devendo...Ocorre, que estou usando o Mozilla e quando tento carregar trava, a cada 8 sec.
    Perdão!
    Abraços,
    LISON.

    ResponderExcluir
  2. Interessante amigo Diego.
    Temos que cuidar para não vermos o mundo com olhos medrosos. Sobre o som: na minha percepção era uma criança que ficou afastada dos pais e estava com muito medo. (também podia ser manha, difícil identificar)
    Gostei do post. Abraços do amigo, Fernandez.

    ResponderExcluir
  3. Eu quero ir embora deu pra entender....legal, muito interessante. Valeu!!

    ResponderExcluir
  4. Olá Diego!

    Pareceu-me alguém, uma voz de criança a chamar pela mãe, pelo pai ou possivelmente por alguém. Seja como for estava com medo!

    Beijos
    Luísa

    ResponderExcluir
  5. Impossível, Diego, não chorar. Eu queria comentar, mas não consigo...porque ainda estou muito sensibilizada.

    Obrigada, Diego, por ser tao sensivel e fazer algo de muito bom nivel.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Diego,

    Prefiro não comentar este lamentável vídeo, ou melhor, o que ouvimos nele. Sei o que se passa, e estou petrificada, chocada mesmo. Isso é um absurdo, uma imoralidade, uma agressão física e moral.

    Bjs.

    Rosana.

    ResponderExcluir
  7. Eu não quero ficar aqui com meu pai
    (choro)
    Eu quero ir embora
    .(.?.)... comigo
    Quero ir embora, mãe
    Eu quero ir embora com ela (choro)
    Mae...
    Eu quero ir embora com ela
    Eu quero a Maezinha
    Eu quero ir embora
    Por favor
    Eu quero ir embora pai,
    Vc não faz isto

    Que quero ir embora
    Embora

    ... choro

    Eu quero falar com você

    ......... a musica entra e atrapalha tudo.


    Como a Rosana, estou petrificada de terror e nem sei o que é isto mesmo. Se eu ouvisse isto, ao vivo e em cores, de duas uma, ou eu ia lá e rodava geral ou chamava a polícia. É público e notório a vontade da criança em se fazer ser escutada. E não é caso de birra. Não é mesmo!!

    ResponderExcluir
  8. Muito interessante!
    O medo é terrível.
    abraço.

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Eu sei que estamos em lados diferentes, mas uma coisa é certa: temos uma amiga em comum. E gosto muito dela, de verdade, e ela sabe.

    Por isso, achei louvável sua inciativa e a forma dedicada e criativa como criou este vídeo. Meu elogio é sincero, pode crer!!

    Se tiver algo, por pouco que seja, que eu possa fazer para ajudar vcs a divulgar essa barbárie que estão fazendo com a Sissym, estou à disposição. A Sissym já sabe, estive em contato com ela por e-mail.

    Quem sabe, um dia desses, aquele projeto de hominídeo poderá ter o que merece (e quem saberá o que ele merece??).

    Até mais!!

    ResponderExcluir
  10. Olá querido amigo Dieguito,

    Você editou esse post com o coração. Sua atenção para com nossa amiga é de valor inestimável e desmedida.

    É estarrecedor ouvir os gritos de uma criança clamando:
    eu quero ir embora
    eu não quero ficar com você, pai
    eu quero ir embora
    eu quero ir embora agora, mãe
    não quero falar com você
    Eu não quero ficar aqui com meu pai
    Eu quero ir embora com ela
    Mae...
    Eu quero ir embora com ela
    Eu quero a Maezinha
    Eu quero ir embora
    Por favor
    Eu quero ir embora pai,
    Porque voce está fazendo isto?
    Que quero ir embora
    Eu não(?) quero falar com você....

    É meio complicado ouvir, o som do meu PC está muito baixo e o som da música atrapalha, mas uma coisa é certa, é o pedido de socorro de uma criança que chama pela mãe, não querendo ficar com o pai.

    Como a amiga VAl disse, se eu ouvisse esse choro de criança gritando para ir embora da presença do pai e se juntar à mãe, certamente ia em socorro da criança, chamava a polícia, o Conselho Tutelar, O Juizado de Menores, alguém que pudesse parar com o sofrimento angustiante da criança.

    E essa mãe, como fica sem poder fazer absolutamente nada? O que nós, podemos fazer?
    Coloco-me à disposição, mesmo estando distante, a ajudar e colaborar no que for preciso.

    Não podemos ficar inertes perante uma brutal inércia de um pai desalmado, que prefere ver sua filha aos prantos pedindo para ir embora. Isso não é atitude de um pai. Nem mesmo um Padrasto faria isso com uma criança tida como filha.

    Esse homem precisa acordar para a realidade. A filha quer a mãe e com a mãe deve ficar.

    O que podemos fazer?

    Diga-nos Dieguito.

    Dê o caminho que devemos traçar para ajudar essa mãe e essa criança a ter seus sofrientos minorados.

    Faremos o que for preciso, com a ajuda de Deus, que não desampara seus filhos e a todos provê as necesidades, seja da forma que for, Deus sempre dá um jeitinho.

    Carinhoso e frateerno abraço,
    Lilian

    ResponderExcluir
  11. direto na ferida amigo..
    vc nem imaginava né?
    bah doeu mto..bjo

    ResponderExcluir
  12. Dieguito,
    Eu já tinha vindo aqui, mas o vídeo não carregou, e não pude ouvir.
    Agora sim... ouvi. Mas me abstenho de atender ao seu pedido. Estou CHOCADA(e em lágrimas). E fica a pergunta: até quando? Até quando? Até quando teremos que ver, ouvir, sentir e viver fatos como esse? Quando teremos uma Justiça que faça JUSTIÇA?
    Que Deus nos ajude, meu amigo. Que é a única Justiça que podemos confiar 100%.

    Abraço

    ResponderExcluir
  13. Boa noite!!

    Reiterando o que já afirmei antes, estou à disposição. Ao estabelecer os rumos da campanha, me informe sobre todos os detalhes por e-mail, sobre como divulgar, temática, material (vídeos, temas para posts, agregadores de links, ONGs onde pode-se associar a campanha, etc.)e quando.

    Tem que ser em conjunto e ao mesmo tempo, com os mesmos títulos, com o maior número de pessoas, e mesmas tags, para que o Google indexe de forma mais eficiente. Pode contar comigo!! A Simone pra mim vale muito, e como amiga mesmo!! Sei lá, mas ela ilumina tudo ao redor dela. Sempre disse a ela que ela era o termômetro do diHiTT. Quando ela estava mal, ficava tudo meio pesado naquele "Saloon of Mr. diHiTT".

    Quanto ao segundo tema do seu comentário, vou reafirmar aqui, bem claramente. Da primeira vez, com certeza envolvia pessoas (e não era vc!!). Da segunda vez, eu saí pq simplesmente os problemas técnicos do dIHiTT estavam me torrando o saco, assim como as mudanças desastrosas, sem prévio aviso, que o Pablo inventou (apenas que algo iria mudar, sem dizer quando nem como) já estavam me torrando o saco. Tava já com o saco inchado.

    Eu, que antes tinha prazer de perambular entre posts na mesma tela, de piadas a filosofia, de vídeos a crônicas, de coisas bizarras a psicologia, estava já me estressando muito!! E o que antes era um vício (o diHiTT) gostoso e preferido, se tornou escravidão, pq o que restava era a neura do ranking e das perdas de pontos. Daí, qdo percebi isso, aí decidi, ainda que triste, mandar o site (não os membros) pra casa do ...

    Mesmo se eu não aguente a saudade da proximidade de todos lá, e volte, não precisa vc sair. Pq eu não tô fora por sua causa. Simples!! Vc fica na sua e eu na minha, sem sabotagem nem picuinha de ambos os lados. Mas, claro: tô di olho no sinhô!! Tô di olho no qui vc posta!! Nos vídeos!! Nos recados que vc manda em off no MSN pra certos amigos e amigas minhas!! Só não pise na bola que eu fico na minha, diplomaticamente. E assim, o mundo sobrevive até 2012, se Deus quiser!!

    Até mais!! Não esquece de me escrever a respeito da campanha!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A Sexualidade Precoce

Continuando a coluna polêmica, hoje a minha convidada é a MARI COSTA do blog COMO SER UM PROFISSIONAL DE SUCESSO (Faça uma visita e confira).


No mundo contemporâneo, as crianças estão começando cada vez mais cedo a descobrir a sexualidade, não aquela sexualidade que Freud afirmava que a  função sexual existe desde o princípio de vida, logo após o nascimento e não só a partir da puberdade como afirmavam as idéias dominantes,escandalizando  a sociedade repressora daquela época ,Freud delineou uma teoria da desenvolvimento psicosexual com cinco fases distintas: o estágio oral (0 - 1,5 anos) onde sua principal região de prazer é a boca; o estágio anal (1,5 - 3,5 anos) quando região de prazer se desloca para o ânus; o estágio fálico(3,5 - 6 anos) quando dá-se então conta da diferença de sexos, tendendo a fixar a sua atenção libidinosa nas pessoas do sexo oposto e culminou com a resolução do Complexo de Édipo nos meninos, já as meninas o complexo de Édipo nunca se desfaz, seguida de um perío…

Dia do inimigo

Muita gente critica a comemoração do Dia do Inimigo. Dizem que é mais uma jogada comercial, uma data inserida no calendário apenas para aumentar os lucros de pistoleiros e espancadores profissionais.Mas nós, que somos de raiz, sabemos apreciar o espírito da coisa. E damos o maior valor àquela tramóia simples, executada sem grandes orçamentos, mas planejada com muito ódio no coração, que é o que importa. Inimigo de verdade não se importa com inflação, crise de alimentos, essas bobagens. Isso só motiva mais.
E como a data se aproxima, hoje vamos fazer um teste para você ver se está pronto para comemorar: 1 – Quantos inimigos você tem?
a) 0
b) 1
c) De 2 a 10
d) Parei de contar2 – Você já se reconciliou com um inimigo?
a) Sim
b) Nunca
c) Algumas vezes, para esfaquear pelas costas em seguida
d) O que é “reconciliar”?3 – Qual o maior motivo para iniciar uma inimizade?
a) Dinheiro
b) Ciúme
c) Inveja
d) Não preciso de motivos4 – Seu(sua) inimigo(a), vamos reconhecer, dá o maior caldo. Você pegaria?
a) Nem …

Alerta as mulheres - Cuidado com as hemorragias na menstruação.

A minha amada por um bom tempo sofreu de hemorragia na menstruação. Ela achava que seria normal, ou algo do tipo que médicos dizem ser disfunção hormonal, ou outra coisa boba. Mas não é! Até o momento que essa hemorragia acaba por interferir na sua vida sexual e principalmente afetando sua saúde. O problema do ser humano, é só procurar ajuda médica quando o problema já está avançado. Então mulheres! Vocês têm que dá um stop aí na sua rotina e tirar um tempo para fazer um check-up e ter a consciência tranquila que fez a sua parte. Não faça isso pensando apenas em você. Pense também, nas pessoas ao seu redor que não se vê nessa vida sem a sua presença. Alguém que te ama, quer você bem porque precisa do seu amor e sua atenção.
"Você já se imaginou ficando menstruada por 3 meses ou mais ininterruptamente? Pois é, não é normal, mas acontece com mais freqüência do que se imagina. No Brasil, essa é uma queixa constante e crescente, em média 30% das mulheres em período reprodutivo se que…