Pular para o conteúdo principal

De ilusão também se vive; mas também se morre





Será que, ao tentarmos moldar a realidade à nossa forma, estamos sendo covardes; logicamente que pensamos assim; sempre será mais difícil enfrentar o desconhecido e passar por cima dos empecilhos à nossa frente. Tem que se entender que, não se tira aprendizado das ilusões, afinal de contas, como podemos aprender com o que não existe ou sobrevive apenas em nossa imaginação.

Todos nós temos o direito de não gostar do que vemos e não enfrentar o que está a nossa volta. Porém, criar uma visão distorcida apenas para prover-nos um conforto maior, é uma atitude que nos poda de argumentos e questionamentos futuros. Quem age dessa maneira, tranca-se em um mundo particular cheio de barreiras às entradas. Os poucos autorizados(amigos chegados) a entrar nessa redoma ilusória, automaticamente tornam-se objeto de transformação e frustrada projeção de valores.

Acreditem que, se abrirmos mão da nossa realidade em prol do nosso mero conforto mental é a mesma coisa que abdicar da nossa própria vida. É culpar o sistema (errado e inoportuno) pelos nossos próprios medos, fracassos, enganos e pré julgamentos.

Questão de tentarmos criar um mundo ideal, totalmente particular, impede a absorção de diversas idéias e valores do mundo exterior à ilusão criada pela nossa imaginação egoísta e desfocada. Eliminando assim a troca. Depende da nossa escolha em viver nesse mundo de mentira trazendo obrigatoriamente consigo uma solidão que nem todos conseguem lidar.


O engraçado nisso tudo é que, muitos dos que vivem cantando que "mentir para si mesmo é sempre a pior mentira"; esquecem de fazer isso encarando os próprios olhos no espelho.

Em muitos poemas nos passam a mera questão de que, de ilusão também se vive. No entanto, esses, jamais devem esquecer que, apesar das dificuldades, vivendo as conquistas da realidade será sempre mais gratificante do que sonhar eternamente com elas. Não esqueçam disso: “De ilusão também se vive; mas também se morre.” E pior de tudo, também se mata e se deixa morrer o desejo de efetivamente viver. Vamos parar de se esconder-se atrás daquela cegueira voluntária, e parar de assumir o papel de coadjuvante de segunda classe no filme da própria vida.

Vamos utilizar a máxima do futebol: "Quem não se desloca, não recebe". Nunca será possível vencer todas as batalhas. Porém, quem desiste de lutar para viver no mais belo mundo imaginário, jamais terá o gosto da vitória.
Ja imaginou se Van Gogh tivesse escutado aquela música do Legião Urbana, ele não teria cometido essa estranha atitude...


Na noite de Natal do ano de 1888, Van Gogh, então com 35 anos de idade, cortou a parte inferior de uma de suas orelhas e, dirigindo-se a um prostíbulo, entregou-a a uma prostituta chamada Raquel, pedindo-lhe que "guardasse esse objeto cuidadosamente”(site pitoresco)

Comentários

  1. lá querido amigo Dieguito,

    Parabéns pelo post. Texto deveras interessante.

    Tudo em nossa vida, dependerá das escolhas que fizermos.

    Nossa escolha não poderá ter como fundamento a ilusão, pois de ilusão ninguém vive, nem sobrevive.

    A ilusão é um engano de nosso pensamento, assim como a miragem é um engano da vista ou uma ilusão ótica.

    Nossa escolha deverá ter como pilar a realidade da vida, por mais hostil que seja.

    Citando suas palavras:- "apesar das dificuldades, vivendo as conquistas da realidade será sempre mais gratificante do que sonhar eternamente com elas.", concluo meu pensaento, de que a escolha pela realidade é inerente ao ser humano, que tem o poder de se adaptar facilmente a todo tipo de condições, boas ou más. Não tem com fugir da realidade e viver num mundo imaginário, a não ser, enganando-se a si próprio.

    Carinhoso e fraterno abraço,
    Lilian

    ResponderExcluir
  2. ilusão arrebenta
    mas eu acho que a melhor opção é
    sonhar e tentar alcançar seus objetivos (focar a mente) porque ela faz milagres, e ao mesmo tempo planejar dia por dia ficar aberto a novidades e oportunidades, eu tenho um 6 sentido mto bom mesmo
    mas acho que a cura de qualquer ser humano cura sim cura de desiluções começa por mudança de pensamento e então a emoção muda eisso resulta na realidade

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Pseudolalia - Doença da mentira

Pseudolalia - Doença da mentira A Pseudolalia é uma mentira compulsiva resultante dum longo vício de mentir. A pessoa mente por mentir, perde a noção do que é verdade ou não, convence-se das mentiras como puras verdades.

A pseudolalia pode conduzir a graves distúrbios de personalidade, podendo o pseudolálico acabar por perder a sua individuação e viver num real criado imaginariamente, comportando-se duma forma difícil de contacto humano e só com tratamentos profundos poderá melhorar.

As pessoas perdem lenta e gradualmente a consciência da gravidade da doença que vão adquirindo, porque a sua realidade vai perdendo cada vez mais sintonia com o verdadeiro real. Por fim o vício de mentir é um acto inconsciente e perante a mais simples situação a fuga à verdade brota espontânea e como uma repetição compulsiva e criação de verdades inexistentes.
Mentirosos compulsivos.

Há quem diga mentiras caridosas.
Há quem minta por vício.
Há quem diga meias verdades.
E também há quem diga sempre a verdad…

Mulheres preferem homens peludos ou depilados?

"Peito depilado parece estar virando moda entre os homens, mas do que será que as mulheres gostam mais? É impressionante, mas parece que os homens peludos sumiram. O motivo? Depilação. Com cera, com laser, com barbeador... Afinal, como tudo nesse planeta, depois de aparecer na televisão, a moda ganha as ruas rapidinho. E quase não se vê mais atores descamisados exibindo um peito cabeludo. Mas, afinal, o que as mulheres preferem?

Algumas preferem os peludos...


Entre as mulheres procuradas pelo iG, a maioria garante que prefere os que mantêm os pelos. “Eu gosto de homens peludos. No peito é muito bom”, diz Alexandra Muniz. “Dois tipos de caras depilam. Os atletas e os marombados, para exibir os peitos de pombo”. A gerente comercial de web, de 27 anos, acha o visual lisinho coisa de mulher. “O pelo dá uma idéia de masculinidade, de conforto. Deitar a cabeça em um homem lisinho é como estar deitada com uma mulher”, brinca ela, que alerta: “Não é que eu gosto do tipo Tony Ramos, viu!”.…

Macumba? Um atraso de vida e de morte.

Zé Pilintra aprova Macumba. Saravá meu pai ê-ê!
Este artigo é piada de macumbeiro.
Nota: Tiramos olho-gordo sem uso de colírio diet. Macumba prática, é só adicionar água É só relaxar e gozar!
Marta Suplicy sobre Macumba
Se macumba desse certo, campeonato Baiano terminava empatado
eu sobre macumba
Se Macumba fosse boa, não se chamaria Macumba! Se chamaria Boacumba!!!
Bispo da Igreja Universal do Reino de Deus sobre Macumba
Isto non ecziste!!!
Padre Quevedo sobre Macumba
Vodu é pra Jacu!
Pica-Pau sobre Macumba
Zi zinfio deixa fango cum faofa na cazi di Pai-Gordo que em 7 dias zi pai resorvi
Pai-Gordo sobre Macumba
Depois de pôr o frango 7 minutos no forno, fica HUMMMMMM! Acorda, menina!!!!!!!!!!
Ana Maria Braga sobre Macumba
Ganhei a presidência assim
Fernando Collor sobre Macumba
EuX TeNhu MeDiNhU DiXxUU!
Emo sobre Macumba
É coisa do demônio!!!
Igreja sobre Macumba
U cão foi quem butô pa nóis bebê!
Jeremias José sobre Oferendas de Macumba
Você traiu o movimento Candomblé , véio!
Dado Dolab…