Pular para o conteúdo principal

A minha ingenuidade vai me levar para o inferno.



Eu sou estranho e louco. É assim que ela me traduz.
O que esperar de alguém que leu Machado de Assis com 8 anos?E se comparou com a canastrice de Brás Cubas, realmente não pode ser normal.

De lá para cá as minhas leituras não me redimiram para me tornar normal diantes dos olhos das pessoas.

Sou estranho porque gosto do cheiro do gozo;


Da madrugada e lua cheia e quando me morde os ombros e respiram fundo sobre a minha nuca.


Sou um para-ráio de mulheres neuróticas e me sinto atraído por mulheres excêntricas, ousadas, loucas... e “eu sei quem é” o meu grande amor.


E eu acho que grande amor a gente não encontra em qualquer lugar. E nem em qualquer boteco na esquisa ou um ser virtual no seu notebook.


E quando conheci gente como Rimbaud, Agatha Christie e Shakespeare, minhas leituras enriqueceram na minha pré-adolescência.

Acreditem, já cheguei a ler compêndios médicos, métodos de tortura, manuais de psiquiatria. Normal né?


Gosto de cheiros cítricos, cheiro de mato, aroma espirituais. Gosto do cheiro do pescoço dela.


Lascívia. Adoro essa palavra.


Gente normal me stressa. Mocinhas "padronizadas" não me chamam atenção.

Não sou santo. Sei que as vezes sou cafajeste.


E outro dia eu lancei olhares libidinosos a uma moça instigante durante um inocente passeio no shopping, e “ela” nem percebeu.
Eu sou estranho, mas não sou tão mau assim. Dizem até que eu sou meigo e sensível.


A felicidade é feita em pedaços. Um dia acabamos sabendo: eterno é infinitamente passageiro."


Rapidinhas:

Desejos?

- Receber spam com um texto meu assinado pelo Paulo Coelho;


- A PAZ MUNDIAL; (impossível mesmo!)


- Ter uma obra lançada pelo Círculo do Livro (de preferência um best seller como uma autobiografia);


- Parar de acreditar em princesas encantadas.

Achei que por cinco minutos não valia nada a pena.

Agora eu sei que, por cinco minutos com você, daria um passeio de balão. Em cinco minutos jamais te esqueceria...

Comentários

  1. Principe Encantado19 de outubro de 2009 11:55

    Somos loucos.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  2. Quem é normal? Um pouco de ingenuidade é a garantia de termos uma vida menos atribulada e rotineira.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Claro que não és normal! Ora essa... Como é que alguém lança olhares libidinosos a outro alguém e não se faz entender? ahahahahha

    Nonsense
    Abraços
    Luísa

    ResponderExcluir
  4. Acredito que ser normal é ser você mesmo, afinal em um mundo como o nosso acabamos sendo diferentes em um mundo onde pessoas são normais demais, isso na definição senso comum da palavra e não na que propus acima, rs.
    Me identifiquei com algumas passagens do seu texto e acho tranquilo, sabe, ser assim.
    Parabéns pela espontaneidade.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Pseudolalia - Doença da mentira

Pseudolalia - Doença da mentira A Pseudolalia é uma mentira compulsiva resultante dum longo vício de mentir. A pessoa mente por mentir, perde a noção do que é verdade ou não, convence-se das mentiras como puras verdades.

A pseudolalia pode conduzir a graves distúrbios de personalidade, podendo o pseudolálico acabar por perder a sua individuação e viver num real criado imaginariamente, comportando-se duma forma difícil de contacto humano e só com tratamentos profundos poderá melhorar.

As pessoas perdem lenta e gradualmente a consciência da gravidade da doença que vão adquirindo, porque a sua realidade vai perdendo cada vez mais sintonia com o verdadeiro real. Por fim o vício de mentir é um acto inconsciente e perante a mais simples situação a fuga à verdade brota espontânea e como uma repetição compulsiva e criação de verdades inexistentes.
Mentirosos compulsivos.

Há quem diga mentiras caridosas.
Há quem minta por vício.
Há quem diga meias verdades.
E também há quem diga sempre a verdad…

A Sexualidade Precoce

Continuando a coluna polêmica, hoje a minha convidada é a MARI COSTA do blog COMO SER UM PROFISSIONAL DE SUCESSO (Faça uma visita e confira).


No mundo contemporâneo, as crianças estão começando cada vez mais cedo a descobrir a sexualidade, não aquela sexualidade que Freud afirmava que a  função sexual existe desde o princípio de vida, logo após o nascimento e não só a partir da puberdade como afirmavam as idéias dominantes,escandalizando  a sociedade repressora daquela época ,Freud delineou uma teoria da desenvolvimento psicosexual com cinco fases distintas: o estágio oral (0 - 1,5 anos) onde sua principal região de prazer é a boca; o estágio anal (1,5 - 3,5 anos) quando região de prazer se desloca para o ânus; o estágio fálico(3,5 - 6 anos) quando dá-se então conta da diferença de sexos, tendendo a fixar a sua atenção libidinosa nas pessoas do sexo oposto e culminou com a resolução do Complexo de Édipo nos meninos, já as meninas o complexo de Édipo nunca se desfaz, seguida de um perío…

Dia do inimigo

Muita gente critica a comemoração do Dia do Inimigo. Dizem que é mais uma jogada comercial, uma data inserida no calendário apenas para aumentar os lucros de pistoleiros e espancadores profissionais.Mas nós, que somos de raiz, sabemos apreciar o espírito da coisa. E damos o maior valor àquela tramóia simples, executada sem grandes orçamentos, mas planejada com muito ódio no coração, que é o que importa. Inimigo de verdade não se importa com inflação, crise de alimentos, essas bobagens. Isso só motiva mais.
E como a data se aproxima, hoje vamos fazer um teste para você ver se está pronto para comemorar: 1 – Quantos inimigos você tem?
a) 0
b) 1
c) De 2 a 10
d) Parei de contar2 – Você já se reconciliou com um inimigo?
a) Sim
b) Nunca
c) Algumas vezes, para esfaquear pelas costas em seguida
d) O que é “reconciliar”?3 – Qual o maior motivo para iniciar uma inimizade?
a) Dinheiro
b) Ciúme
c) Inveja
d) Não preciso de motivos4 – Seu(sua) inimigo(a), vamos reconhecer, dá o maior caldo. Você pegaria?
a) Nem …