Pular para o conteúdo principal

Encontro às escuras

Olá! Sou uma pobre moça encalhada que foi vítima num encontro às escuras. Eis a seguir minha história.
Uns amigos me disseram que de tanto falarem sobre mim para um rapaz ele ficou todo interessado e queria me conhecer. Certo dia aconteceu o encontro e confesso que fiquei decepcionada logo de cara, pois o sujeito não tinha nada a ver comigo.
Ficamos conversando, ou melhor, os outros ficaram conversando porque sou praticamente muda pessoalmente, muito tímida e o cara também ficou mudo, então ficamos o tempo todo calados até que nos deixaram sozinhos e começamos a conversar (o que não durou muito tempo). Mais tarde nos encontramos novamente e foi aí que minha decepção se concretizou.
Estávamos num barzinho que mais parecia com uma oficina de tanta sujeira nas paredes, quando menos espero lá vem a figura subindo a rua e o que me chamou a atenção nesse momento foram os trajes do sujeito: bermuda, camiseta sovacão por dentro na bermuda e chinelos (tá certo que havaiana é chique, mas aquela não era).
Chegou e foi logo sentando do meu lado, eu já estava agoniada porque ele tinha um aspecto de quem não era muito chegado a um banho e eu tentava me afastar mas ele chegava mais perto. Até que me perguntou em que eu fazia da vida, respondi que trabalhava numa clínica odontológica e sabe o que foi que ele disse? “– Ah, que bom, assim você poderia tirar uns pontos que tenho aqui na boca de um dente que extraí!” Nessa hora meu mundo caiu... O cara era praticamente banguelo!
Mas teve mais, à noite nos encontramos de novo parecia que ele estava seguindo meus passos. Estávamos com uns amigos e ele começou a dançar feito um doido na minha frente jogando charme e eu só pensava: “Onde foi que eu me meti?”, a essa altura o cara já estava pra lá de “doidão”, o que me fez ficar com medo dele. Depois dessa cena nos despedimos, mas é claro que antes ele me deu uma cafungada no cangote (eca!). No outro dia ele estava todo estranho, devia estar com vergonha de ter feito tanta besteira...rsrs



enviado por uma anônima

Comentários

  1. Saudações!
    Amiga,
    Que Post Fantástico!
    kkkkkkkkkk
    Que texto envolvente...Penso que está mais para uma alma do outro mundo ou um grande castigo.
    Parabéns pelo Post!
    Abraços!
    LISON.

    ResponderExcluir
  2. ou então ele tinha tomado um banho mné?kkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkkkkkkkkkkkk
    Que horror!!! Todo defeito é perdoável, mas porcaria nem pensar rsrs
    Bjos!

    ResponderExcluir
  4. Ai ai, cada figura né? Ja conheci uns assim quando solteira. Mas o pior mesmo é quando vc conhece o cara todo cheiroso, bem vestido, alinhadão e tals; casa ai o cara muda completamente, não toma banho, vive descalço, sem escovar os dentes. Filha ai complica esse ai ainda dá pra mudar, ja quando acontece como no exemplo que dei só separação. pq senão a vida a dois fica isuportavel!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. ehehehehe
    Um porquinho numa pocilga!
    Abraços
    Luísa

    ResponderExcluir
  6. kkkkkkkk..eh a trevaaaaaaa...e os pontos no dente foi F*...kkkk...tenho umas amigas que tem essa mania de "namorado arranjado", eu pulo fora na hora, sou toda desconfiada!! Depois de ler esse post entao..kkkkkk

    otimo feriado..bjkas!!!

    ResponderExcluir
  7. Parabêns pelo post, bem interesante e engraçado! Conheci minha esposa pelo chat, ainda bem que não foi assim..

    ResponderExcluir
  8. Ainda bem que fugiu... Ninguém merece hauahaua

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Pseudolalia - Doença da mentira

Pseudolalia - Doença da mentira A Pseudolalia é uma mentira compulsiva resultante dum longo vício de mentir. A pessoa mente por mentir, perde a noção do que é verdade ou não, convence-se das mentiras como puras verdades.

A pseudolalia pode conduzir a graves distúrbios de personalidade, podendo o pseudolálico acabar por perder a sua individuação e viver num real criado imaginariamente, comportando-se duma forma difícil de contacto humano e só com tratamentos profundos poderá melhorar.

As pessoas perdem lenta e gradualmente a consciência da gravidade da doença que vão adquirindo, porque a sua realidade vai perdendo cada vez mais sintonia com o verdadeiro real. Por fim o vício de mentir é um acto inconsciente e perante a mais simples situação a fuga à verdade brota espontânea e como uma repetição compulsiva e criação de verdades inexistentes.
Mentirosos compulsivos.

Há quem diga mentiras caridosas.
Há quem minta por vício.
Há quem diga meias verdades.
E também há quem diga sempre a verdad…

A Sexualidade Precoce

Continuando a coluna polêmica, hoje a minha convidada é a MARI COSTA do blog COMO SER UM PROFISSIONAL DE SUCESSO (Faça uma visita e confira).


No mundo contemporâneo, as crianças estão começando cada vez mais cedo a descobrir a sexualidade, não aquela sexualidade que Freud afirmava que a  função sexual existe desde o princípio de vida, logo após o nascimento e não só a partir da puberdade como afirmavam as idéias dominantes,escandalizando  a sociedade repressora daquela época ,Freud delineou uma teoria da desenvolvimento psicosexual com cinco fases distintas: o estágio oral (0 - 1,5 anos) onde sua principal região de prazer é a boca; o estágio anal (1,5 - 3,5 anos) quando região de prazer se desloca para o ânus; o estágio fálico(3,5 - 6 anos) quando dá-se então conta da diferença de sexos, tendendo a fixar a sua atenção libidinosa nas pessoas do sexo oposto e culminou com a resolução do Complexo de Édipo nos meninos, já as meninas o complexo de Édipo nunca se desfaz, seguida de um perío…

Dia do inimigo

Muita gente critica a comemoração do Dia do Inimigo. Dizem que é mais uma jogada comercial, uma data inserida no calendário apenas para aumentar os lucros de pistoleiros e espancadores profissionais.Mas nós, que somos de raiz, sabemos apreciar o espírito da coisa. E damos o maior valor àquela tramóia simples, executada sem grandes orçamentos, mas planejada com muito ódio no coração, que é o que importa. Inimigo de verdade não se importa com inflação, crise de alimentos, essas bobagens. Isso só motiva mais.
E como a data se aproxima, hoje vamos fazer um teste para você ver se está pronto para comemorar: 1 – Quantos inimigos você tem?
a) 0
b) 1
c) De 2 a 10
d) Parei de contar2 – Você já se reconciliou com um inimigo?
a) Sim
b) Nunca
c) Algumas vezes, para esfaquear pelas costas em seguida
d) O que é “reconciliar”?3 – Qual o maior motivo para iniciar uma inimizade?
a) Dinheiro
b) Ciúme
c) Inveja
d) Não preciso de motivos4 – Seu(sua) inimigo(a), vamos reconhecer, dá o maior caldo. Você pegaria?
a) Nem …