Pular para o conteúdo principal

Educação também existe na blogosfera. Você é um blogueiro educado?





Amigos e amigos. Não seria porque estamos na era digital, virtual, tecnológica e os cambaus, que devemos deixar nossa herança maior de berço que é a EDUCAÇÃO.
Desde pequeno, meus pais sempre me ensinaram que a educação é tudo. Isso no contexto geral.

Não vou nem citar sobre comentários anônimos com palavras de baixo calão, porque essas criaturas ignorantes não merecem mais do que duas linhas em uma postagem.

Mas o que dizer de pessoas que possuem sites/blogs, com números de seguidores quase chegando a mil (1000) e se achar o REI DA COCADA PRETA DA BLOGOSFERA. E ficar menosprezando os menos conhecidos? Complicado e osso duro de roer né?

Vamos às explicações, motivos e objetivo dessa postagem.

Primeiramente, eu não sou expert em se tratando de blogosfera, meu primeiro blog não tem nem 1 ano de existência ainda. Porem eu curto ler, pesquisar e aprender.

E através de inúmeras postagens, denúncias e avisos que alguns amigos dihittianos mostraram sobre PLÁGIOS, CÓPIAS  etc...

Pois é, a maioria dos visitantes, amigos e leitores curiosos que acompanham meus blogs, sabem que o Mr.Jones (EU, Diego dono dos blogs) Quando coloco algum texto que não seja da minha autoria eu coloco no final a fonte com o link referido para dar créditos aos autores. E vejam que quando pesquiso, vou a fundo e só pego conteúdo de primeira qualidade (e dou parabéns a todos os autores também).

Agora os textos sendo meus, e eu por ventura encontrá-los em algum blog com o link direcionando ao meu blog, eu vou comentar que fiquei contente em ver. Mas também concordo que se a pessoa encontra um texto (conteúdo LEGÍTIMO) seu, em um blog e o dono dele assinou o texto como sendo dele, aí sim, nem precisamos cogitar, isso é um absurdo.
Mas veja uma situação que me ocorreu. Um ser que se diz o bom dos bons, deixa um comentário ameaçando meus blogs, dizendo que vai denunciar e os cambaus porque encontrou alguns trechos na minha postagem que seriam dele. Só que, prestem bem atenção, o texto tinha sido extraído de outro link (só que dias depois o link quebrou, deu como postagem não existente quando linkado) , quer dizer, alguém copiou dele, e eu não sabia que era dele (entendam , alguns trechos, não a postagem toda. O camarada se ACHANDO o bonzão da blogosfera comentou assim:

Agora , e porque esse tal link mencionado sumiu? Foi retirado? "http://www.interney.net/blogs/lll/2008/01/30/malvadas_futil_e_exibicionista/"
Não estou aqui para ofender ninguém, como também não espero ser ofendido e nem ameaçado por algo que...Não vale uma vida ou uma perda de tempo com ofensas.

Se ele tivesse sido educado, eu teria entendido e colocado o link dele, como não foi, eu simplesmente retirei os trechos e deixei o restante e pronto.

Devemos começar uma campanha como BLOGUEIROS, ATÉ ONDE VAI SUA EDUCAÇÃO?


P.S: Caso meus blogs desapareçam, quem será o principal suspeito? Ameaças não devem ser feitas justamente por isso. Não creio que esse sumiço ocorra pelo blogger pois tenho responsabilidades referente aquilo que publico, mas hackers existem.  Espero realmente ter paz finalmente, pois quem não deve, nada teme. Os amigos e leitores conhecem minha conduta, sabem que podem confiar em mim, agradeço a todos vocês que sempre me prestigiam aqui.




Comentários

  1. Bem, há pessoas que se aproveitam de determinadas situações.
    Se esse cara retirou a postagem dele, algo tá estranho aí rs.
    Continue assinando o que escreve e dando os devidos créditos aos posts que não seus como sempre vi você fazer. E de fato, quem não deve, não teme.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Que situação chata, e vai saber que quando agente copia o texto e cloca o link e tudo mais, vai saber que não eles que copiaram, deu pra entender!!!
    Não consigo me fazer entender, mas é isso um exemplo vc vai no meu blog e copia um texto com todas as credencias necessária pra não configurar plegio, até ai tudo bem, mas que me garente que de onde eu tirei o texto , não está errado...deu pra entender Diego!!!
    De qquer forma existem maneiras e maneiras de falar sobre o problema, aio invés de sair já ameaçando , ele podia ter perguntado, falado sobre o assunto.
    bj

    ResponderExcluir
  3. O amigo deve ser como o dinheiro, cujo valor já conhecemos antes de termos necessidade dele,
    por isso não vou fazer tal e qual o avozinho infeliz: Em vão,por toda parte,os óculos procura
    Tendo-os na ponta do nariz! E eu aprendi que para se crescer como pessoa e preciso me cercar de gente mais inteligente do que eu. Obrigado por serem meus amigos.
    Um bom final de semana para voce.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  4. Diego,

    Que situação aborrecida. Se tu tinhas a referência ao link de onde copiaste, e depois ele desapareceu, está visto que, o dono do texto, primeiro obrigou o outro a apagar o post e depois veio com essa conversa para ti. Ficaste de mãos e pés atados... fizeste bem em apagar. Se o dono não quer, mesmo colocando o link, apaga-se e pronto. De resto, faz como sempre fizeste, porque estás correcto!

    Grande abraço
    Luísa

    ResponderExcluir
  5. Pois é, um grande bobo de circo o sujeito da ameaça! Só porque tem meia duzia de seguidores acha mesmo que é o rei da cocada!

    Se fosse para avisar de plagio, que fizesse educadamente, como já fiz para alguns e tudo transcorreu numa boa!

    ResponderExcluir
  6. Eu acredito que as pessoas demonstram nos blogs aquilo que elas realmente são no dia-a-dia. Um abraço. Drauzio Milagres.

    ResponderExcluir
  7. ahahahaha...ele apagou a postagem porque com certeza também não era dele! ahahahahah

    Quer apostar que foi isso? Já vi isso acontecer, e com gente bemmmmmmmmmmmm conhecida na blogsphera!

    Mas é isso aí, educação acima de tudo! Se fosse comigo eu daria meu total desprezo. Gente assim odeia desprezo!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Diego!
    Sou 100% a favor da educação, não só na blogosfera como em todos os setores da vida.

    "A" pessoa que o ameaçou através do comentário no blog deveria ter usado o bom senso e a educação ao tratar desse assunto com você, antes de qualquer coisa. Daí a necessidade de não julgar ninguém. Conversar sobre o assunto é sempre a melhor solução!

    Parabéns pela coragem de nos mostrar essa situação. Servirá de exemplo para todos nós, de um jeito ou de outro... e vc agiu certinho, viu?

    Abraços pra vc e boa sorte!

    ResponderExcluir
  9. já vi vários textos de meu blog serem copiados pela "nata" da blogosfera, e mesmo depois de ter divulgado nos agregadores e obter um numero muito grande, esses blogueiros utilizaram de meus posts e colocaram que receberam de alguem por email.
    Hoje tento colocar as fontes dos materiais, desde que eu saiba REALMENTE de onde vieram, pois muitas coisas hoje chegam por email, e as pessoas se acham donas daquele conteúdo.
    Ainda não tive nenhum problema em relação a plágio, mas acredito que a educação nessas horas e uma boa conversa, podem até gerar uma parceria e gerar resultados entre o mesmos, o que em uma briga só resultaria mais confusões em um meio tão democrático que é a internet.

    ResponderExcluir
  10. Como dizem, educação cabe em qualquer lugar, ainda mais na internet. Concordo com você. abraços

    ResponderExcluir
  11. Você nós conhecemos e sabemos que não seria capaz de um lance desses. Agora o outro é um bobão metido

    ResponderExcluir
  12. Diego, eu procuro ter cuidado quando coloco coisas não minhas, até quando retiradas da Wikipedia. Outro dia eu peguei um texto e fotos do G1, que circulava pelo mundo a fora virtual, e antes de postar eu comuniquei a autora. Ela nada respondeu. Mas eu fiz o que era justo e certo. Sobre ameaça, não sei se soube, mas coloquei um post que meu ex disse à minha filha que ia fazer uma "maldade" com meus blogs. Como ele entende MUITO de informática, eu fiquei assustada. Alguns amigos do dihitt me acalmaram.

    Bom, unidos sempre somos, não!?! Qq grite e vamos procurar solução.

    ResponderExcluir
  13. Não entendo porque essa ânsia em ser "famosidade" na blogosfera, gente?! A troco?
    Alguns anos atrás não existia isso, era tão mais leve blogar...bom, Don´t worry!! Quem te segue é porque gosta do que escreve e ponto. Os outros que procurem seu lugar lá na casa do Merlin!!
    #beijojávou

    ResponderExcluir
  14. Concordo plenamente! Divinas as suas palavras!
    Eu, com 2 meses de Blog, já percebo como tem gente assim, que quando aumenta o número de seguidores, começa a se achar!
    Então, indicações, linkadas, selos e etc. de um Blog "pequeno" não valem. Pois não é um "Grande Blog" que está indicando.
    Isso é ridículo!
    Não vou nem falar em questão de parcerias..
    Mas digo uma coisa, a parceria pra mim, é prq gosto do Blog, não fico fazendo parceria com interesse no número de visitas que ganharei com isso.

    Bom.. Não vou me aprofundar, mas é triste.. Lamentável. Mas, temos todo tipo de gente em qualquer lugar, aqui não seria diferente.

    Abraço! =)

    ResponderExcluir
  15. Faz 3 anos que estou na blogosfera e é a primeira vez que vejo uma pessoa ser tão mal educada...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Pseudolalia - Doença da mentira

Pseudolalia - Doença da mentira A Pseudolalia é uma mentira compulsiva resultante dum longo vício de mentir. A pessoa mente por mentir, perde a noção do que é verdade ou não, convence-se das mentiras como puras verdades.

A pseudolalia pode conduzir a graves distúrbios de personalidade, podendo o pseudolálico acabar por perder a sua individuação e viver num real criado imaginariamente, comportando-se duma forma difícil de contacto humano e só com tratamentos profundos poderá melhorar.

As pessoas perdem lenta e gradualmente a consciência da gravidade da doença que vão adquirindo, porque a sua realidade vai perdendo cada vez mais sintonia com o verdadeiro real. Por fim o vício de mentir é um acto inconsciente e perante a mais simples situação a fuga à verdade brota espontânea e como uma repetição compulsiva e criação de verdades inexistentes.
Mentirosos compulsivos.

Há quem diga mentiras caridosas.
Há quem minta por vício.
Há quem diga meias verdades.
E também há quem diga sempre a verdad…

A fórmula da hipocrisia

A Fórmula E por aí vai esse processo de coar e engolir. Coar e engolir. Coar e engolir (…). As máscaras da hipocrisia tapam para que os outros não vejam os seus próprios erros. Cobram para não serem cobrados. Requerem para não serem requeridos. Acusam para não serem acusados. Essa é a fórmula da hipocrisia: coar mosquitos e engolir camelos. Nas mãos possuem um pequeno coador que investiga os erros dos outros. No estômago, milhares de camelos, frutos das suas faltas pessoais. O coador filtra os mínimos pecados alheios. A garganta, que é o coração, observa a passagem de uma manada dos seus pecados. Como atores profissionais têm a capacidade de interpretar, fingir, enganar e até chorar se necessário. As máscaras demonstram homens ideais e mulheres perfeitas. Cuja aparência é digna de prêmio de integridade. Porém, chega o momento em que o camelo “entala” nas gargantas. A máscara é removida, quando não estilhaçada. Vislumbra-se, então, o ser humano na sua essência: Arrogância, infidelidade, …

A Sexualidade Precoce

Continuando a coluna polêmica, hoje a minha convidada é a MARI COSTA do blog COMO SER UM PROFISSIONAL DE SUCESSO (Faça uma visita e confira).


No mundo contemporâneo, as crianças estão começando cada vez mais cedo a descobrir a sexualidade, não aquela sexualidade que Freud afirmava que a  função sexual existe desde o princípio de vida, logo após o nascimento e não só a partir da puberdade como afirmavam as idéias dominantes,escandalizando  a sociedade repressora daquela época ,Freud delineou uma teoria da desenvolvimento psicosexual com cinco fases distintas: o estágio oral (0 - 1,5 anos) onde sua principal região de prazer é a boca; o estágio anal (1,5 - 3,5 anos) quando região de prazer se desloca para o ânus; o estágio fálico(3,5 - 6 anos) quando dá-se então conta da diferença de sexos, tendendo a fixar a sua atenção libidinosa nas pessoas do sexo oposto e culminou com a resolução do Complexo de Édipo nos meninos, já as meninas o complexo de Édipo nunca se desfaz, seguida de um perío…