Pular para o conteúdo principal

Dia do inimigo


Muita gente critica a comemoração do Dia do Inimigo. Dizem que é mais uma jogada comercial, uma data inserida no calendário apenas para aumentar os lucros de pistoleiros e espancadores profissionais.

Mas nós, que somos de raiz, sabemos apreciar o espírito da coisa. E damos o maior valor àquela tramóia simples, executada sem grandes orçamentos, mas planejada com muito ódio no coração, que é o que importa. Inimigo de verdade não se importa com inflação, crise de alimentos, essas bobagens. Isso só motiva mais.


E como a data se aproxima, hoje vamos fazer um teste para você ver se está pronto para comemorar:

1 – Quantos inimigos você tem?
a) 0
b) 1
c) De 2 a 10
d) Parei de contar

2 – Você já se reconciliou com um inimigo?
a) Sim
b) Nunca
c) Algumas vezes, para esfaquear pelas costas em seguida
d) O que é “reconciliar”?

3 – Qual o maior motivo para iniciar uma inimizade?
a) Dinheiro
b) Ciúme
c) Inveja
d) Não preciso de motivos

4 – Seu(sua) inimigo(a), vamos reconhecer, dá o maior caldo. Você pegaria?
a) Nem que fosse o último ser vivo da face da Terra
b) “Sabia que asfixia aumenta a excitação sexual?”
c) Foi assim que começamos a brigar
d) Acho que ódio dá o maior tesão

5 – O gênio da lâmpada lhe concede um desejo, mas tem que ser algo para o seu inimigo. O que você escolhe?
a) Morte lenta e dolorosa
b) Vida lenta e dolorosa
c) Uma fração de segundo de felicidade plena que jamais se repetirá
d) “Um desejo? Só? Gênio, você não sabe com quem se meteu!”

6 – Complete a frase: “O inimigo do meu inimigo é meu…”
a) Amigo
b) Aliado estratégico
c) Concorrente
d) Próximo alvo

7 – Qual o seu provérbio preferido?
a) Inimigos, inimigos, negócios à parte
b) Deus dê saúde aos meus inimigos para que assistam de pé à minha vitória, mas não mais do que isso
c) Deus me livre dos meus amigos, que dos meus inimigos eu sei cuidar
d) Mais vale um inimigo na mão do que dois pelas costas

A contagem de pontos é simples. Um ponto para cada resposta na letra A, dois para letra B, três para C e quatro para D. Some tudo e confira seu perfil:

De 7 a 10 pontos - Você não vai muito além de “ficar de mal” no parquinho.
De 11 a 16 pontos – Você guarda rancor, mas sem cobrar juros.
De 17 a 25 pontos – Você dá uma boiada para entrar numa briga. E nunca sai dela.
De 26 a 28 pontos – Para você, todo dia é Dia do Inimigo.


fonte: almanaque wordpress

Comentários

  1. Certinho, certinho kakaka - Você dá uma boiada para entrar numa briga. E nunca sai dela.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  2. Existe até o dia do inimigo, que barato!
    Rsrs gostei do post, achei divertido.

    Bjss

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkkkk cada uma! dia do inimigo.. essa revoltou o principel...brincadeira principel;;;;sei que você eé uma pessoa de paz,,!!!

    ResponderExcluir
  4. Eu quero mandar um beijo pra plagiadora de blogs que plagiou meu texto.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Feliz dia do inimigo pra você! rsrsrsrsrs

    Dieguito eu nem sabia que tinha esse dia, mas sinceramente acho um disperdício ter que passar o dia lembrando de quem não faz bem pra gente.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Nossa!!! eu hein, nem quero saber desse dia, rs.
    Parabéns pelo post.

    Abraços,

    Elaine.

    ResponderExcluir
  6. O meu deu 29 pontos... alguma coisa errada? Quer levar na cara? HAHahHAHahHAH.

    Ri bastante.

    Abraço.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A Sexualidade Precoce

Continuando a coluna polêmica, hoje a minha convidada é a MARI COSTA do blog COMO SER UM PROFISSIONAL DE SUCESSO (Faça uma visita e confira).


No mundo contemporâneo, as crianças estão começando cada vez mais cedo a descobrir a sexualidade, não aquela sexualidade que Freud afirmava que a  função sexual existe desde o princípio de vida, logo após o nascimento e não só a partir da puberdade como afirmavam as idéias dominantes,escandalizando  a sociedade repressora daquela época ,Freud delineou uma teoria da desenvolvimento psicosexual com cinco fases distintas: o estágio oral (0 - 1,5 anos) onde sua principal região de prazer é a boca; o estágio anal (1,5 - 3,5 anos) quando região de prazer se desloca para o ânus; o estágio fálico(3,5 - 6 anos) quando dá-se então conta da diferença de sexos, tendendo a fixar a sua atenção libidinosa nas pessoas do sexo oposto e culminou com a resolução do Complexo de Édipo nos meninos, já as meninas o complexo de Édipo nunca se desfaz, seguida de um perío…

Alerta as mulheres - Cuidado com as hemorragias na menstruação.

A minha amada por um bom tempo sofreu de hemorragia na menstruação. Ela achava que seria normal, ou algo do tipo que médicos dizem ser disfunção hormonal, ou outra coisa boba. Mas não é! Até o momento que essa hemorragia acaba por interferir na sua vida sexual e principalmente afetando sua saúde. O problema do ser humano, é só procurar ajuda médica quando o problema já está avançado. Então mulheres! Vocês têm que dá um stop aí na sua rotina e tirar um tempo para fazer um check-up e ter a consciência tranquila que fez a sua parte. Não faça isso pensando apenas em você. Pense também, nas pessoas ao seu redor que não se vê nessa vida sem a sua presença. Alguém que te ama, quer você bem porque precisa do seu amor e sua atenção.
"Você já se imaginou ficando menstruada por 3 meses ou mais ininterruptamente? Pois é, não é normal, mas acontece com mais freqüência do que se imagina. No Brasil, essa é uma queixa constante e crescente, em média 30% das mulheres em período reprodutivo se que…

Pseudolalia - Doença da mentira

Pseudolalia - Doença da mentira A Pseudolalia é uma mentira compulsiva resultante dum longo vício de mentir. A pessoa mente por mentir, perde a noção do que é verdade ou não, convence-se das mentiras como puras verdades.

A pseudolalia pode conduzir a graves distúrbios de personalidade, podendo o pseudolálico acabar por perder a sua individuação e viver num real criado imaginariamente, comportando-se duma forma difícil de contacto humano e só com tratamentos profundos poderá melhorar.

As pessoas perdem lenta e gradualmente a consciência da gravidade da doença que vão adquirindo, porque a sua realidade vai perdendo cada vez mais sintonia com o verdadeiro real. Por fim o vício de mentir é um acto inconsciente e perante a mais simples situação a fuga à verdade brota espontânea e como uma repetição compulsiva e criação de verdades inexistentes.
Mentirosos compulsivos.

Há quem diga mentiras caridosas.
Há quem minta por vício.
Há quem diga meias verdades.
E também há quem diga sempre a verdad…