Pular para o conteúdo principal

Alguém aí da Blogosfera já conseguiu agradar a Gregos e a Troianos?

A polêmica hoje é sobre comentários "ANÔNIMOS". Quem nunca recebeu, levanta a mão!

Os autores de blogs devem ser legalmente responsabilizados pelo conteúdo dos comentários de seus leitores?

“O blog da Sandra Carvalho publicou uma análise interessante, prevendo possíveis conseqüências, da decisão judicial que condenou na semana passada o dono de um blog brasileiro, devido ao conteúdo de comentários de usuários anônimos: 'Na blogosfera, importa tanto o que dizem os blogueiros quanto os comentários de seus textos. É essa colaboração coletiva e transparente que torna os blogs fascinantes. Isso quer dizer que os autores dos blogs são os responsáveis pelos comentários que outras pessoas escrevem? A juíza Ana Paula de Carvalho, de São José dos Campos, acha que sim, e por isso acaba de desferir um golpe contra a liberdade de expressão na internet. Ela condenou o blog Imprensa Marrom por afirmações feitas num comentário, publicado automaticamente, contra um empresário do setor de RH. O Imprensa Marrom terá de pagar 3.500 de indenização por danos morais a ele." A nota foi enviada por André Cruz, que acrescentou este link da fonte para maiores detalhes.
fonte:br linux

"O principal inimigo da liberdade da Internet não é o dispositivo do Senador Eduardo Azeredo sobre o tema. São os crimes contra a honra cometidos no anonimato.

Esse é o ponto central de discussão de todos aqueles que acreditam e defendem a liberdade de expressão na Internet.

Um Blog apócrifo, cometendo assassinatos de reputação, spams com ataques difamadores, são a matéria prima da qual se alimentam aqueles que pretendem colocar um feio na liberdade da Internet.

Não se trata apenas da mancha da covardia, que marca todos os que se valem do anonimato para crimes contra a honra. Aí é um problema individual de cada um. A questão maior são os efeitos de tais atitudes sobre o conjunto da blogosfera. (Luis Nassif)"

Elementar meu caro Watson!

A graça na Blogosfera é igual a um cavalinho de tróia... Uma grossa confusão entre comentários avulsos feitos por anônimos e comentários assumidos, ainda que mediante uma denominação de fantasia, um pseudônimo registrado e certificado (aqueles escritos a azul e sublinhados, que remetem para um perfil), um nick.
Avisando logo que, n
o entanto e desde já, que não sou contra anônimos e seus comentários. Já o mesmo não posso dizer dos autores de comentários obscenos, ordinários ou injuriosos, covardemente escritos sob anonimato; esses devem ter problemas psicológicos (alcoólatras, traídos pelo cônjuge, abandonado da vida, mal amado(a),ou neurótico). Nada inteligente seria você esquentar a cabeça com gente assim. Por mim, podem xingar e praguejar minha décima quinta geração que eu num to nem aí!
Voltando ao tem
a. Anônimo significa:

Sem nome de autor. Logo, um comentário anônimo é: impessoal, indefinido e indeterminado.

O comentário anônimo é instantâneo. Tal como os (maus). Nasce, vive e extingue-se ali, tudo no mesmo instante. É avulso. Não tem árvore genealógica. (resumindo não são nada nessa vida real e muito menos na blogosfera)
Não se insere nu
ma linha, numa fileira, contínua, solidária, cumulativa, de ramos subsidiários de um tronco comum..
O que é uma pena, relativamente a comentários inteligentes, oportunos, certeiros, ou, até e só, educados e de bom senso, cujo anonimato não permite que sejam creditados à construção, ao reforço, da "percepção da imagem do autor".
Já o anonimato --e a inerente extinção, na hora, do comentário-- é, todavia, uma benção, no caso de comentários insultuosos, mal educados, obscenos, numa palavra, putrefatos.
Por outro lado,
a massa dos anônimos é uma massa informe, disforme, indeterminada, indefinida, descaracterizada, que mete num mesmo e único saco todos os autores e todos os comentários. É uma massa que, além de indefinida é, do mesmo passo, inimputável e irrastreável.
Já os autores com (PRC) têm uma identidade, são rec
onhecíveis, têm individualidade; cada um dos seus comentários serve para, em acumulação com as restantes manifestações anteriores do mesmo autor, o caracterizar, atribuir-lhe uma personalidade, proporcionar uma "imagem conceptual". E o conjunto das suas manifestações, escritas sob um mesmo e único PRC têm (ou não…) uma linha condutora, uma coesão, uma coerência que permitem ir formando um "retrato robô mental" de quem está por detrás daquele PRC.
Já o argumento de que “tanto faz estar anônimo como Maria Catiucha, pois não te conheço de lado nenhum…" também não colhe, pois se estivesse assinado com o, verdadeiro, nome de Antonio, Beatriz ou Carlos, de nada adiantava, já que os reclamantes continuavam a ignorar quem é A, B ou C…
Acontece, adicionalmente, e no meu caso --tal co
mo no de muitas outras pessoas, praticamente a maioria dos colaboradores, aqui neste blog-- que a generalidade dos Colaboradores, bem como outras pessoas que, não sendo Colaboradores, são visitantes e comentadores freqüentes, até sabem quem eu sou…. Como me chamo, qual a minha aparência física (os meus frágeis e débeis pouco mais de 1,98cms,) qual a cor dos meus olhos, a sonoridade da minha voz, que gosto (bem) mais de vinho do que de cerveja, etc….
Quanto aos outros, aqueles que não me conhec
em, o que lhes adiantaria saber se o meu verdadeiro nome é Francisquinho da Silva, Vasco da Gama Santana, Ambrosio Ribeiro ou Joaquim Almeida ?
Meus amigos (as). Escrevam todos os comentários anônimos que muito bem entendam. Só chamo a sua atenção – e acho que não é pedir muito…- para que os mesmos possam ter um mínimo de bom senso e educação.
Que não sejam obscenos, injuriosos,
difamadores, intriguistas. É com estes, e não com os comentários anônimos. Porque recebo inúmeros comentários anônimos educados e sensatos.

Comentem. Comentem sim. Anonimamente ou não. Mas, quanto à essência, com dignidade, transparência, educação e bom senso.
Façam um exercício
muito simples. Interroguem-se sobre se, sob a vossa identificação, escreveriam publicamente o mesmo. E tenham a coragem de se não auto-enganarem e de não publicar o que não assumiriam sob a vossa identidade.

Não esqueça que, quem opina deve assinar embaixo. Anonimato é covardia.


Comentários

  1. Cara ótimo texto.
    Ja recebi alguns comentários de anonimos, mas foram bem tranquilos.
    Até.

    ResponderExcluir
  2. Olá meu amigo, nunca fiz comentário anônimo, mas já vi muitos por aí, acho covardia comentar como anônimo.
    abraços.

    ResponderExcluir
  3. É bom moderar os comentários, para evitar incomodação. Bjos.

    ResponderExcluir
  4. Não concordo com anônimos,acho covardia.
    Não importa se se o comentátrio é tranquilo ou não.A questão é o não assumir sua posição.Será que estas pessoas são asim na vida também?
    Acho que sim.Não me vejo fazendo isso.

    ResponderExcluir
  5. SAUDAÇÕES,
    AMIGO,
    É uma situação delicada. Uma vez que, o dono do Blog é o responsável pelos comentários a responsabilidade é muito maior. Assim temos que tentar agradar, gregos, troianos e espartanos!
    Parabéns pelo Post!
    ABRAÇOS!LISON.

    ResponderExcluir
  6. Comentários anônimos, sem que pelo menos tenham colocado um nick, me passa batido, se não se identifica, como você escreveu acima, não merece sequer nossa atenção...mas um blogueiro ser punido por um comentário anônimo é uma porrada na liberdade de expressão. É claro que estou falando sobre textos e comentários e não de outras formas de "expressão" na internet, do tipo criminoso.
    Muito bom artigo, é isso que gosto e cobro no diHITT.
    valeu
    Terezab

    ResponderExcluir
  7. Por essas e por outras que comentários no meu blog passam pela minha aprovação antes de serem publicados.
    Bjs,
    Luna

    ResponderExcluir
  8. Por muito tempo não exigia aprovação no meu blog para comentários, sempre procuro acreditar no bom senso dos leitores, mas como responsável pelo blog depois de ler isto passarei a moderar os comentários. Concordo que o dono do blog seja o responsável pela publicação de qualquer coisa escrita nele. Isso serve para aqueles blogueiros àvidos por muitos comentários que publicam tudo sem nenhum critério.

    Quando alguém escreve um elogio, alguma consideração sem polêmicas não vejo problema.

    Até vejo isso como uma forma de não ser monitorado virtualmente, parece que a gente não tem liberdade para ir e vir, é só colocar nosso nome no google que ele traz todos os lugares onde comentamos. Sinto como se alguém soubesse que fui na padaria e comprei pão, leite e café, depois fui na banca e saber que revistas comprei... acho isso estranho.

    Todos tem o direito de expressar suas opiniões, mas existem formas e formas de fazê-lo. E Covardia sim denegrir a imagem de alguém anônimamente.

    Texto excelente! Grande abraço!

    ResponderExcluir
  9. Fantástico o seu texto! Penso da mesma forma, mas tive que moderar comentários por conta dos anonimos covardes. Espero que a moda dos processos não pegue, já é o terceiro blog este mês que encara processos judiciais por causa de postagens e comentários.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  10. Ótimo artigo!
    Muito relevante no sentido de alertar aos que ainda não moderam seus comentários.
    Agora se é ou não justo responsabilizar o dono do blog por um comentário feito por terceiros é algo muito complexo.
    Esse seu artigo é o que podemos chamar de um bom debate, pois traz uma situação com vários ângulos.
    Antes eu achava que não era de responsabilidade do proprietário, não era justo uma pessoa ser responsabilizada pelo o que outra escreveu.
    Apos iniciar a moderação dos comentários no blog percebi que era sim responsável pelo o que era publicado ali, inclusive comentários de terceiros. Só não sei dizer até que ponto vai essa responsabilidade.
    Mais ai entra também nossa liberdade de expressão...
    É uma questão muito ampla e sinceramente não me sinto preparada para debatê-la mais afundo.
    Meu limite é aqui.
    Permita-me uma ultima observação:
    Agora entendo e não tenho duvidas que baixaria, palavras de baixo escalão e difamação deveriam ser tratados com todo o rigor que a lei permiti para elevar dessa maneira a qualidade dos blogs e melhorar o nível da nossa convivência.
    Parabéns por trazer a tona uma discussão tão intrigante!
    Abraço,
    Questionadora

    ResponderExcluir
  11. Inteiramente de acordo. Possuo 3 blogs, um fórum de discussões e 2 redes sociais. Estabeleço, como você fez, a linha editorial e as normas que esperamos sejam seguidas. E em todos, a exceção de um, por ser pessoal, não faço moderação prévia.

    Então, como consigo manter o nível de qualidade nos artigos postados e nos comentários? Faço este trabalho "a posteriori" e foram pouquíssimos (contados nos 10 dedos da mão) os casos em que tive de excluir algum comentário. Os blogs se tornaram seletivos por eles mesmos e os "anônimos", sem capacidade intelectiva, sem bom-senso ou que não sabem expressar-se num português pelos menos aceitável, se sentem naturalmente intimidados.

    Mas entendo que não se deva recusar a opinião dos anônimos, a não ser que infrinjam as regras editoriais, descambando para injúrias, difamações, leviandades e ofensas pessoais. Num país como o nosso, é até compreensível que alguém tenha medo de sofrer represálias por emitir suas opiniões. Deve ficar calado por isso?

    O ideal mesmo seria que todas as postagens de matérias e comentários tivessem autoria. Mas eu não teria coragem de recusar um excelente comentário, consentâneo com as regras éticas, editoriais e morais do blog, pelo simples fatos de o autor ser "um anônimo".

    Certo ou errado, é o que penso e apoaiarei sempre a liberdade de expressão, quando usada legitimamente.

    ResponderExcluir
  12. Isso aí, certo tu não aceitar comentários anônimos.

    No meu aceita automaticamente, mas ninguém comenta assim mesmo.

    Essa justiça tá uma merda, tinha mais é que rastrear o IP do cara, era uma atitude simples, mas não, vamos ser preguiçosos e condenar de uma vez. (Y)

    Abraço.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A Sexualidade Precoce

Continuando a coluna polêmica, hoje a minha convidada é a MARI COSTA do blog COMO SER UM PROFISSIONAL DE SUCESSO (Faça uma visita e confira).


No mundo contemporâneo, as crianças estão começando cada vez mais cedo a descobrir a sexualidade, não aquela sexualidade que Freud afirmava que a  função sexual existe desde o princípio de vida, logo após o nascimento e não só a partir da puberdade como afirmavam as idéias dominantes,escandalizando  a sociedade repressora daquela época ,Freud delineou uma teoria da desenvolvimento psicosexual com cinco fases distintas: o estágio oral (0 - 1,5 anos) onde sua principal região de prazer é a boca; o estágio anal (1,5 - 3,5 anos) quando região de prazer se desloca para o ânus; o estágio fálico(3,5 - 6 anos) quando dá-se então conta da diferença de sexos, tendendo a fixar a sua atenção libidinosa nas pessoas do sexo oposto e culminou com a resolução do Complexo de Édipo nos meninos, já as meninas o complexo de Édipo nunca se desfaz, seguida de um perío…

Dia do inimigo

Muita gente critica a comemoração do Dia do Inimigo. Dizem que é mais uma jogada comercial, uma data inserida no calendário apenas para aumentar os lucros de pistoleiros e espancadores profissionais.Mas nós, que somos de raiz, sabemos apreciar o espírito da coisa. E damos o maior valor àquela tramóia simples, executada sem grandes orçamentos, mas planejada com muito ódio no coração, que é o que importa. Inimigo de verdade não se importa com inflação, crise de alimentos, essas bobagens. Isso só motiva mais.
E como a data se aproxima, hoje vamos fazer um teste para você ver se está pronto para comemorar: 1 – Quantos inimigos você tem?
a) 0
b) 1
c) De 2 a 10
d) Parei de contar2 – Você já se reconciliou com um inimigo?
a) Sim
b) Nunca
c) Algumas vezes, para esfaquear pelas costas em seguida
d) O que é “reconciliar”?3 – Qual o maior motivo para iniciar uma inimizade?
a) Dinheiro
b) Ciúme
c) Inveja
d) Não preciso de motivos4 – Seu(sua) inimigo(a), vamos reconhecer, dá o maior caldo. Você pegaria?
a) Nem …

Alerta as mulheres - Cuidado com as hemorragias na menstruação.

A minha amada por um bom tempo sofreu de hemorragia na menstruação. Ela achava que seria normal, ou algo do tipo que médicos dizem ser disfunção hormonal, ou outra coisa boba. Mas não é! Até o momento que essa hemorragia acaba por interferir na sua vida sexual e principalmente afetando sua saúde. O problema do ser humano, é só procurar ajuda médica quando o problema já está avançado. Então mulheres! Vocês têm que dá um stop aí na sua rotina e tirar um tempo para fazer um check-up e ter a consciência tranquila que fez a sua parte. Não faça isso pensando apenas em você. Pense também, nas pessoas ao seu redor que não se vê nessa vida sem a sua presença. Alguém que te ama, quer você bem porque precisa do seu amor e sua atenção.
"Você já se imaginou ficando menstruada por 3 meses ou mais ininterruptamente? Pois é, não é normal, mas acontece com mais freqüência do que se imagina. No Brasil, essa é uma queixa constante e crescente, em média 30% das mulheres em período reprodutivo se que…