Pular para o conteúdo principal

Absurdos de indenizações – povão não sabe utilizar internet.



‘Vítima’ do Orkut quer indenização

Tramita na Justiça de Cuiabá a primeira ação cível e criminal do Estado que tem como discussão um problema iniciado no Orkut, site de relacionamento criado pelo Google, o gigante das buscas na rede. A estudante Jamille Gluchowski entrou com as ações de indenização por danos morais após descobrir que duas “colegas” criaram uma comunidade de “ódio” a ela, há um ano. Esse é mais um dos diversos processos em todo o Brasil que surgiram por problemas no Orkut.

Sem acordo na audiência conciliatória, o processo continuou e agora está em fase de julgamento. O Orkut é o site de relacionamentos mais visitado atualmente em todo o mundo, com milhões de pessoas cadastradas. É também alvo de investigações há dois anos no Ministério Público Federal, que tem recebido denúncias sobre membros e comunidades que usam o Orkut para divulgar pedofilia e incitar crimes, como tráfico, racismo e intolerância religiosa.

Fonte: undergoogle

Dizem que eu faço parte dos "contra" a Orkut. Quero deixar claro que não tenho ódio do Orkut, e sim, de quem fez mau uso do mesmo. E sendo assim, até sou a favor do Google quando leio noticias como essa.

Entendam o problema de tantas indenizações: é o “povo” não saber utilizar a internet.

Veja só como é o andamento da coisa. O cidadão da classe média baixa compra um computador. Todo feliz da vida já procura saber de como utilizar a internet. E qual a primeira coisa que ele faz? Conta no Orkut. Depois entope com mais de 1000 fotos da família. Se duvidar vai até do papagaio e cachorro. Daí depois que fica sabendo de amigos que teve problemas em relação a isso. Enche a boca pra dizer: - ISSO NUNCA ACONTECERÁ COMIGO. Quando acontece de saber que a foto da filha de 16 anos foi parar num site de encontro, tendo ela como garota de programa (logicamente fizeram alguma montagem no photoshop) aí ele vai choramingar pra advogado e brigar por indenização. E isso é culpa do Orkut, Google etc? NÃO! Eu sempre vou achar o culpado nessa historia toda é o POVÃO que não sabe utilizar uma rede social.

Eu não tenho nada contra a classe menos favorecida e nem preconceito. Mas porque o governo não distribui juntamente com o computador, uma cartilha de como manusear a internet, e com dicas e prevenções para não ocorrer casos como esses? Eu respondo: - eles não estão nem aí! O problema é todo “seu”. Quem mandou meter a cara da família toda na internet? Como dizem: Caiu na rede, dançou! Coisa de aparecer e mostrar fotos deixa por conta das CELEBRIDADES. Eles não têm nada a perder, e nasceram para isso. Mas pessoas comuns não importam em de qual classe seja, tem que tomar os devidos cuidados.

O Errado:

- Os pais colocam fotos de filhos pequenos tomando banho. (meu Deus! Pra que isso? Depois os pedófilos têm acesso a essas imagens e ficam se masturbando e enviando pra outro e assim sucessivamente. Daí depois os pais querem brigar e exigir indenização? Deveriam os pais serem presos, isso sim.

- Crianças com menos 12 anos já acessam Orkut com facilidade (e o lance do “maior de 18 anos”, isso existe?) está lá, todo mundo lê quando vai criar a conta, mas não tem controle. Você pode mentir a idade fácil. E mesmo assim, as pessoas que cansaram de ter prejuízo levando os computadores para manutenção, resolveram dar dinheiro as crianças para acessarem o Orkut da lan house. Que absurdo. Depois nem imaginam que o filho tem mais de 600 contatos (desconhecidos) e até algum pedófilo no meio.

- Tem pessoas que colocam fotos no Orkut de todos os compartimentos da residência, como também o que compraram ou ganharam (dizem que isso é coisa de pobre). Ué, mas e a revista CARAS, exibe as casas dos famosos por dentro e por fora. OK, mas com certeza essas residências tem circuito interno de segurança e externo também. Já o menos favorecido tem sua casa assaltada porque exibiu no Orkut do povão (apelido que deram).

Você aí que está lendo isso e provavelmente nem chegou ao fim porque esta falando do seu tão precioso Orkut. A desculpa que você me dirá é que lá você reencontrou velhos amigos, parentes que não davam noticias e bla bla. Ou que lá você divulga algum negócio, e deve ser daquele que nem dorme porque está ansioso pra ver o scrap que fulano enviou. E louco para saber o que fulana tem para mostrar de novidade que aconteceu na vida dela. (Orkut é cheio de detetives que pais, maridos, esposas e namorados (as) gastam pagando para investigar).

E os fakes? Alguns são fakes de celebridades, e personagens fictícios. Outros são de pessoas que por algum motivo tem como objetivo criar uma conta fake (falsa) para ficar de olho em ciclano.

Orkut é um sistema invasivo, lento, instável, viciante e perigoso… É.. agora todos acham isso. Na época, ninguém levantou a hipótese de haver um sutil perigo e invasão de privacidade, afinal, o cadastro do orkut é um tanto quanto invasivo, um prato cheio para marketeiros xaropes. Que o sistema é, e sempre foi lento e instável, todos sabemos, mas parece que só agora aqueles que exaltavam o orkut há alguns meses perceberam este detalhe, descobriram o famoso “Bad, bad server”. Viciante? Sim, há casos e mais casos de viciados em orkut. E quem ta enchendo os bolsos com os neuróticos e viciados do Orkut são os psicólogos.

Algumas pessoas se vangloriavam por isso. Sinceramente, não vejo vantagem alguma em ser viciado em alguma coisa, qualquer que seja. O vício é uma patologia; não sei se é assim considerado pela medicina/psicologia, mas eu o considero como tal. Tudo que é demais, faz mal. Levo essa máxima comigo sempre! O orkut é perigoso!!! Pirataria, racismo, difamação, vale tudo nas comunidades “orkutianas”.

Creio que num futuro próximo muita roupa suja será lavada com a ajuda do cyber-espaço. Utopia a la Blade Runner? Talvez. Porém, se tiver que fazer uma aposta, tenha certeza que eu jogaria minhas fichas nesta possibilidade.

Pra fechar este post um tanto desagradável, agora surge outra modinha entre os brasucas, com direito até a matéria no site da folha: o orkuticídio. É, é isso que o nome sugere mesmo. A pessoa, cansada das besteiras e inutilidades do orkut, acessa o site e apaga seu cadastro. Até onde isso vai parar?

Se eu fosse o Google, não dava indenização a ninguém. Fez merda na internet, engula calado. E quem sabe da próxima vez comete menos burrada.



Li isso num blog :# Inclusão digital!
Inclusão digital é nada mais, nada menos do que um bando de pessoas pobres, burras e metidas tendo acesso de alguma forma (como LanHouses de R$:1,00 a hora, escolas públicas e etc.) a computadores com internet. Isso pode parecer bom, mas... Veja o que os pobres fizeram com o Orkut. Transformaram um site legal em um verdadeiro depósito de cyberlixo. Fonte:loucos por bobagens


Comentários

  1. Pois é amigo..vc tem toda razão..
    discordo em um ou dois pontinhos de seu post..mas no geral a idéia ta certa..temos q ter mesmo cuidado com o que fazemos na net..bju

    ResponderExcluir
  2. Concordo com você em gênero, número e grau! Excelente postagem!

    ResponderExcluir
  3. Discordo num ponto, concordo em vários outros.
    Você sempre polêmico, amor! Rsrsrs
    Beijos mil.

    ResponderExcluir
  4. Gostei de sua postagem, tb acho que o problema é o mal uso que mtos fazem do Orkut... Apesar de que alguns comentários (poucos) discordo de vc. Bem, agora que é verdade que mtos se expõem além da conta e depois não sabem lidar com isso, e querem se fazer de vítima é isso mesmo, sem tirar nem por, mas como mtos não assumem sua responsabilidade... A culpa é sempre do Orkut... do MSN.

    ResponderExcluir
  5. A postagem tem pontos muito relevantes, pois o mal uso da internet causa danos muitas vezes ao usuario desprevenido ou inexperiente. E realmente o Orkut ERA interessante. Gostaria de deixar aos interessados o link de um artigo sobre o assunto. Bom fim de semana a todos.

    http://www.artigos.com/artigos/sociais/direito/crimes-eletronicos-algumas-consideracoes.-5245/artigo/

    ResponderExcluir
  6. Será que aula de internet resolve???

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito dos artigos de seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver meu Curso de Informática online.Emily Nascimento

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Pseudolalia - Doença da mentira

Pseudolalia - Doença da mentira A Pseudolalia é uma mentira compulsiva resultante dum longo vício de mentir. A pessoa mente por mentir, perde a noção do que é verdade ou não, convence-se das mentiras como puras verdades.

A pseudolalia pode conduzir a graves distúrbios de personalidade, podendo o pseudolálico acabar por perder a sua individuação e viver num real criado imaginariamente, comportando-se duma forma difícil de contacto humano e só com tratamentos profundos poderá melhorar.

As pessoas perdem lenta e gradualmente a consciência da gravidade da doença que vão adquirindo, porque a sua realidade vai perdendo cada vez mais sintonia com o verdadeiro real. Por fim o vício de mentir é um acto inconsciente e perante a mais simples situação a fuga à verdade brota espontânea e como uma repetição compulsiva e criação de verdades inexistentes.
Mentirosos compulsivos.

Há quem diga mentiras caridosas.
Há quem minta por vício.
Há quem diga meias verdades.
E também há quem diga sempre a verdad…

A fórmula da hipocrisia

A Fórmula E por aí vai esse processo de coar e engolir. Coar e engolir. Coar e engolir (…). As máscaras da hipocrisia tapam para que os outros não vejam os seus próprios erros. Cobram para não serem cobrados. Requerem para não serem requeridos. Acusam para não serem acusados. Essa é a fórmula da hipocrisia: coar mosquitos e engolir camelos. Nas mãos possuem um pequeno coador que investiga os erros dos outros. No estômago, milhares de camelos, frutos das suas faltas pessoais. O coador filtra os mínimos pecados alheios. A garganta, que é o coração, observa a passagem de uma manada dos seus pecados. Como atores profissionais têm a capacidade de interpretar, fingir, enganar e até chorar se necessário. As máscaras demonstram homens ideais e mulheres perfeitas. Cuja aparência é digna de prêmio de integridade. Porém, chega o momento em que o camelo “entala” nas gargantas. A máscara é removida, quando não estilhaçada. Vislumbra-se, então, o ser humano na sua essência: Arrogância, infidelidade, …

A Sexualidade Precoce

Continuando a coluna polêmica, hoje a minha convidada é a MARI COSTA do blog COMO SER UM PROFISSIONAL DE SUCESSO (Faça uma visita e confira).


No mundo contemporâneo, as crianças estão começando cada vez mais cedo a descobrir a sexualidade, não aquela sexualidade que Freud afirmava que a  função sexual existe desde o princípio de vida, logo após o nascimento e não só a partir da puberdade como afirmavam as idéias dominantes,escandalizando  a sociedade repressora daquela época ,Freud delineou uma teoria da desenvolvimento psicosexual com cinco fases distintas: o estágio oral (0 - 1,5 anos) onde sua principal região de prazer é a boca; o estágio anal (1,5 - 3,5 anos) quando região de prazer se desloca para o ânus; o estágio fálico(3,5 - 6 anos) quando dá-se então conta da diferença de sexos, tendendo a fixar a sua atenção libidinosa nas pessoas do sexo oposto e culminou com a resolução do Complexo de Édipo nos meninos, já as meninas o complexo de Édipo nunca se desfaz, seguida de um perío…