Pular para o conteúdo principal

Abafa o caso!

Esse artigo que vocês vão ler, com a devida permissão da autora Priscila F. Que é uma amiga conhecida outrora de Curitiba.

Ela está passando férias em Natal/RN. E relatou um caso que eu diria "crime exploração infantil". Será sempre um assunto polêmico, e abafado (lógico). E poucos temem em comentar, relatar e muito menos delatar. Mas aqui não vamos temer em comentar, criticar o governo e o descaso do orgão competente que deveria há muito tempo tomar alguma providência mais eficaz.



"Como em todo lugar que visitamos tem o seu lado positivo. Natal encanta a todos por sua extraordinária beleza, especialmente das praias e dunas de areias brancas. Um passeio pelo vasto litoral potiguar facilmente confirmará tudo o que se diz a respeito da generosa doação da natureza a esse recanto nordestino, no extremo do território brasileiro e do continente sul-americano.

Finalmente o sol surgiu nessa cidade. Resolvi conhecer uma praia que é tão falada pelo Brasil a fora. A praia de PONTA NEGRA que se localiza na cidade de Natal – RN.

Olhando o visual logo quando estou me aproximando, fiquei encantada. O morro que batizaram com o nome de “careca”. Eu e mais um casal de amigos, fomos procurar um quiosque para descansar. Depois procurei uma cadeira com guarda-sol (que você tem que pagar) e fiquei olhando ao redor, as pessoas, o movimento que ainda estava um pouco fraco devido a baixa temporada.

Agora o lado negativo:

O que estragou esse dia, não foi à praia em si, e sim, um determinado agravante ocorrido, diria que um “descaso” mesmo, que eu apenas já até tinha lido em algum noticiário mas nunca levei muita fé. Sou como Tomé, prefiro ver para crer.

Estava lendo meu livro, e antenada em tudo ao meu redor. E sem querer, percebi a chegada de um homem com duas meninas (meninas mesmo, pela aparência não teriam mais de 13 anos) chegando ao guarda-sol de um senhor que teria seus 50 e poucos anos. E por eles não serem nada discretos, dava para ouvir o que conversavam. Notei que o senhor pegou na mão de uma das meninas e a mandando sentar. E a outra saiu com cara de desanimo junto com o outro homem. Eu falei pros meus amigos que daria uma volta. E fui atrás dessa menina. Quando consegui me aproximar dela, não estava mais na companhia do tal homem. Eu pedi uma informação como se estivesse perdida e expliquei que não era da cidade. Aproveitando a situação, a convidei para ir em um quiosque comer alguma coisa, já que o semblante dela mostrava que estava com fome.

Sentamos e sugeri que ela escolhesse o cardápio com algo que fosse agradar qualquer turista. E realmente o pedido dela foi ótimo. E comecei a sondar o que pretendia. E o que colhi foi algo grave, de deixar com qualquer pessoa(as humanas e sensatas, lógico) de boca aberta e inconformada. A menina m explicou que aquele homem que acompanhava ela e a amiga, é um bugueiro, credenciado e que tem uma conta no Orkut justamente para divulgar seu trabalho, levar turistas para passeios, e juntamente com isso, ele proporciona aos seus clientes, fornecimentos de drogas e prostituição (infantil também). E tem muito mais pessoas envolvidas nesse assunto, como hoteleiros também. E o objetivo desse bugueiro, é levar meninas para os turistas (não apenas homens, mulheres também) para proporcionar o bel prazer deles. Ela me disse que a maioria dos bugueiros fazem isso, e ganham muito dinheiro nessa jogada. Ela afirmou que , que eles chegam a carregar uma maleta com divisórias, cada uma com um tipo de droga. As informações dela não eram vagas, eram precisas e sucintas. Eu sei que esse tipo de crime acontece em todo Brasil, não apenas aqui. E as propagandas e noticias que deparamos quase todos os dias afirmando que o índice de prostituição infantil diminuiu? Você acredita em tudo que lê? Eu acredito no que vejo. E eu vi!

CUIDADO NA ESCOLHA DO PROFISSIONAL (BUGUEIRO)

Eu dei passeios de buggy sim, mas foi escolhido a dedo, e não por Orkut. E foi com o mesmo que uma prima minha também fez, e outros conhecidos. Porque esse bugueiro eu coloco a mão no fogo que ele não faz parte dessa rede de crimes. Por isso alerto que, não aceitem propagandas feitas em contas pessoais dele do Orkut. E se for indicação por rede hoteleira, verifique o histórico deles. Leve em conta as indicações de amigos e parentes que já o conhece. E leva em conta isso, se você for um cidadão correto e sensato. Esses bugueiros (mesmo que credenciados) nos oferecem perigos sim. Eles levam em conta que o imoral e fora-da-lei é o que rende muito dinheiro. A menina chegou a comentar o nome ou apelido de um deles, algo tipo Neto das (um nome de animal que esqueci). Porque ela me contava tudo isso e olhando sempre para os lados com certo receio de quem pudesse ouvi-la delatando.

Eu poderia ter levado ao órgão competente. Ela, além de me agradecer pela companhia e pela comida, ela me disse que não fizesse nada, por eu não ser daqui, e que eles também são perigosos, porque tem peixe grande nessa historia toda. E quem ousou a se meter, não saiu daqui vivo ou simplesmente sumiu. Deram para perceber que a coisa é realmente séria.

Rio Grande do Norte: 61% das meninas de rua entre 12 e 14 anos (90% delas não usam preservativos). Sabe-se que a prostituição infantil não é um fenômeno exclusivo da civilização moderna. Cerca de 35 procedem de Natal (RN).

Para vocês terem uma idéia, a prostituição infantil cresce 500% em Natal.

Ponta Negra, Redinha e a Praia do Meio são pontos onde é possível flagrar meninas e também meninos — em número bem menor — se prostituindo. O cruzamento da avenida da Integração com a Prudente de Morais é outro ponto.

O problema, é que o município não dispõe de políticas públicas para combater. E a ação da Prefeitura é de abordagem, policialesca, portanto insuficiente e ineficaz. De nada adianta tirar essas meninas das ruas, como é feito, sem ter um trabalho articulado com outros órgãos.

Ponta Negra é um dos pontos sem controle . Ao despontar como um dos principais pólos turísticos internacionais no Brasil, Natal também passou a fazer parte da rota mundial do sexo-turismo. E a cada ano, com o aumento do fluxo de visitantes de fora do País, cresce a quantidade de garotas de programa na cidade. Na alta estação, o número é ainda maior. Em um passeio pela avenida Erivan França, orla de Ponta Negra freqüentada maciçamente por estrangeiros, pode-se ver, em horários mais diversos, muitas mulheres em busca de clientes, preferencialmente gringos.

Amigos. Esse foi o meu passeio pela praia de Ponta Negra que me rendeu essa postagem. Hoje estou indo à praia de Genipabu. Quando o passeio é feito por um bugueiro, o profissional do volante credenciado pela Secretaria Estadual de Turismo realmente competente para levar os turistas pelas dunas móveis, faz sempre a mesma pergunta: “com ou sem emoção?”. Fique frio. Se aventura não é bem o seu programa preferido, responda “sem emoção” e faça apenas um passeio contemplativo pelas dunas, com uma parada no alto de uma montanha de areia para observar a lagoa e o mar.

Me preparando para GENIPABU, veremos o que me aguarda lá. Rsss

Beijos

Pri"



Comentários

  1. Que Mer... hein? Eu não sei como no Brasil acontece ainda coisas assim tão mesquinhas com nossas crianças e jovens. Dá uma raiva, onde estão as nossas autoridades constituídas que não tomam sequer uma providência? será que estão se veneficiando do turismo sexual também?

    ResponderExcluir
  2. Há muiiiiiitos mas muiiiitosssssss anos atras, quando estive em Natal, a expressão "com ou sem emoção" queria dizer apenas a maneira de descer a duna. É pena que tenha mudado ao ponto da prostituição e a pedofilia ser tão vísivel e incomodante dessa maneira. Essa coisa mafiosa de prostituição tem raízes muito profundas mesmo. É muito triste.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Pseudolalia - Doença da mentira

Pseudolalia - Doença da mentira A Pseudolalia é uma mentira compulsiva resultante dum longo vício de mentir. A pessoa mente por mentir, perde a noção do que é verdade ou não, convence-se das mentiras como puras verdades.

A pseudolalia pode conduzir a graves distúrbios de personalidade, podendo o pseudolálico acabar por perder a sua individuação e viver num real criado imaginariamente, comportando-se duma forma difícil de contacto humano e só com tratamentos profundos poderá melhorar.

As pessoas perdem lenta e gradualmente a consciência da gravidade da doença que vão adquirindo, porque a sua realidade vai perdendo cada vez mais sintonia com o verdadeiro real. Por fim o vício de mentir é um acto inconsciente e perante a mais simples situação a fuga à verdade brota espontânea e como uma repetição compulsiva e criação de verdades inexistentes.
Mentirosos compulsivos.

Há quem diga mentiras caridosas.
Há quem minta por vício.
Há quem diga meias verdades.
E também há quem diga sempre a verdad…

A Sexualidade Precoce

Continuando a coluna polêmica, hoje a minha convidada é a MARI COSTA do blog COMO SER UM PROFISSIONAL DE SUCESSO (Faça uma visita e confira).


No mundo contemporâneo, as crianças estão começando cada vez mais cedo a descobrir a sexualidade, não aquela sexualidade que Freud afirmava que a  função sexual existe desde o princípio de vida, logo após o nascimento e não só a partir da puberdade como afirmavam as idéias dominantes,escandalizando  a sociedade repressora daquela época ,Freud delineou uma teoria da desenvolvimento psicosexual com cinco fases distintas: o estágio oral (0 - 1,5 anos) onde sua principal região de prazer é a boca; o estágio anal (1,5 - 3,5 anos) quando região de prazer se desloca para o ânus; o estágio fálico(3,5 - 6 anos) quando dá-se então conta da diferença de sexos, tendendo a fixar a sua atenção libidinosa nas pessoas do sexo oposto e culminou com a resolução do Complexo de Édipo nos meninos, já as meninas o complexo de Édipo nunca se desfaz, seguida de um perío…

Dia do inimigo

Muita gente critica a comemoração do Dia do Inimigo. Dizem que é mais uma jogada comercial, uma data inserida no calendário apenas para aumentar os lucros de pistoleiros e espancadores profissionais.Mas nós, que somos de raiz, sabemos apreciar o espírito da coisa. E damos o maior valor àquela tramóia simples, executada sem grandes orçamentos, mas planejada com muito ódio no coração, que é o que importa. Inimigo de verdade não se importa com inflação, crise de alimentos, essas bobagens. Isso só motiva mais.
E como a data se aproxima, hoje vamos fazer um teste para você ver se está pronto para comemorar: 1 – Quantos inimigos você tem?
a) 0
b) 1
c) De 2 a 10
d) Parei de contar2 – Você já se reconciliou com um inimigo?
a) Sim
b) Nunca
c) Algumas vezes, para esfaquear pelas costas em seguida
d) O que é “reconciliar”?3 – Qual o maior motivo para iniciar uma inimizade?
a) Dinheiro
b) Ciúme
c) Inveja
d) Não preciso de motivos4 – Seu(sua) inimigo(a), vamos reconhecer, dá o maior caldo. Você pegaria?
a) Nem …